Abel Braga comemora vitória do Inter e destaca: “hoje o mais importante era o resultado”

Abel Braga comemora vitória do Inter e destaca: “hoje o mais importante era o resultado”

Técnico revelou que o time do Colorado será o que começou o jogo, com Praxedes no meio de campo

Correio do Povo

Abel deve manter o time que iniciou contra o Boca com adaptações de acordo com o adversário

publicidade

O técnico Abel Braga comemorou muito a vitória do Inter, por 2 a 1, sobre o Botafogo, na noite deste sábado no estádio Beira-Rio. O treinador admitiu que a equipe não teve o melhor rendimento na partida, mas fez questão de destacar que o resultado positivo era essencial para a sequência no Campeonato Brasileiro. Apesar de voltar a se aproximar dos primeiros colocados, ele preferiu não fazer projeções de onde o time pode chegar.

Veja Também

“Vamos seguir no jogo a jogo. Cada vez que conseguirmos superar os adversários vamos nos aproximando. Foi muito tempo sem vencer e voltamos a nos encontrar com as vitórias. Hoje o resultado era muito mais importante que o desempenho”, destacou. “Temos que brigar por tudo que é possível. Não estamos em um clube comum e com uma equipe comum. Temos um grupo com brio e que sabe o que representa as conquistas. É o que vamos tentar fazer. Apesar do cansaço (devido ao jogo contra o Boca) ninguém quis ficar de fora. Isso é uma atitude louvável e o mais importante era vencer o jogo para seguir no bolo”.

Abel revelou que o time base que usará nos próximos jogos do nacional será o que começou contra o Boca Juniors na última quarta-feira, sem Yuri Alberto, que marcou o gol da vitória, e com Praxedes no meio de campo. “O meu time é esse aí, mas não vou ter o Rodinei (pelo terceiro amarelo). A minha equipe tem o Praxedes. Ele deu uma liga muito boa. Não só defensivamente, pois ele compõe muito bem, mas ganhamos muito na saída, na movimentação e na dinâmica. É um jogador de intensidade”, revelou.

A opção por Yuri Alberto neste sábado, foi recuar Thiago Galhardo para tentar ganhar o meio de campo, fato que acabou não acontecendo, segundo o treinador. “Essa semana vai fazer bem. Serão 15 dias assim e depois voltamos a ter jogos a cada três dias. O importante é aproveitar. Hoje poderia ter iniciado ou colocado o Peglow mais cedo, mas achei que a característica de um contra um do Caio (Vidal) seria mais interessante”, afirmou.

O Inter ainda não revelou a programação de treinos, mas o grupo deve ganhar uma folga no domingo e se reapresentar na segunda-feira. O próximo compromisso é contra o Palmeiras, no sábado, às 21h, no estádio Beira-Rio.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895