Bracks descarta “mudança radical” e garante estabilidade de Ramírez no Inter

Bracks descarta “mudança radical” e garante estabilidade de Ramírez no Inter

Executivo de Futebol ressaltou que o Colorado “não pode sentir o peso de jogar contra o Grêmio” e que acredita na reversão do resultado na Arena

Correio do Povo

Paulo Bracks voltou a afirmar que confia no trabalho de Miguel Ángel Ramírez e da sua comissão técnica

publicidade

O diretor executivo do Inter, Paulo Bracks, concedeu entrevista coletiva após a derrota de virada, por 2 a 1, para o Grêmio, no Beira-Rio, e descartou qualquer “mudança radical” nos rumos. O dirigente garantiu que dará toda a tranquilidade para o técnico Miguel Ángel Ramírez trabalhar para os importantes jogos contra o Olímpia, pela Libertadores, e para o jogo de volta, na Arena, no segundo jogo da decisão.

“Estamos muito seguros do que estamos fazendo e convictos do que estamos planejando para os dois próximos jogos e para as competições que vão começar. Não teremos mudanças radicais. Já fizemos uma ruptura. Estamos trabalhando para que ela (a comissão técnica) tenha uma continuidade, tranquilidade e vamos dar todos os elementos para que o Inter alcance as suas metas”, revelou.

Bracks seguiu o entendimento de Ramírez, que o Inter foi bem, mas perdeu no detalhe para o arquirrival. Por isso, acredita que é possível reverter a situação no próximo domingo na Arena.

“Fizemos três clássicos bem ajustados, disputados e nervosos. Três resultados com um gol de diferença. Ganhamos um (pelo Brasileiro 2020) e perdemos dois (ambos no Gauchão). Vínhamos fazendo um bom jogo com quase 70% de posse de bola no primeiro tempo. Perdemos nos detalhes. O Inter não pode sentir o peso de um jogo contra o Grêmio. Está acostumado a vencer. Ganhou mais do que perdeu. Acreditamos muito e vamos trabalhar com muita serenidade para o jogo de quinta-feira e para a volta no domingo”, ressaltou.

Ao ser questionado como é a relação da direção com o técnico Miguel Ángel Ramírez e se os dirigentes participam das decisões da comissão técnica, Bracks garantiu que todos no clube buscam um único objetivo, as vitórias.

“É um trabalho diário e que é muito próximo. Diretoria e a comissão técnica tem encontros para tratar de pré-jogo, pós-jogo e treinamentos. De planejamento da temporada. Evidentemente, todos estão abertos visando o principal, que é ganhar e voltar a ser protagonista. Entendo as críticas, mas estamos muito tranquilos, seguros e convictos com o que está sendo feito. Foram duas derrotas consecutivas, mas vamos trabalhar ainda mais para manter a confiança, serenidade e a proximidade da comissão. Para auxiliar e ajudar. Nosso papel é dar estabilidade. O que vier de fora, ruim, vamos blindar. O que for positivo, vamos aproveitar”, concluiu.

O Inter ainda não informou como será a programação de treinos até o jogo contra o Olímpia, no Paraguai, na quinta-feira, às 21h, pela quinta rodada do grupo B da Libertadores. O Gre-Nal decisivo do Gauchão está marcado para o próximo domingo, às 16h, na Arena.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895