Conselho de Ética do Inter mantém exclusão de conselheiro
capa

Conselho de Ética do Inter mantém exclusão de conselheiro

D'Alessandro entrou com denúncia após divulgação de vídeo contra ele na internet

Por
Correio do Povo

publicidade

O Conselho de Ética do Inter negou recurso de um conselheiro, nesta segunda-feira, e manteve sua exclusão do quadro do Conselho Deliberativo do clube. A denúncia foi feita ainda em 2018 pelo meia D'Alessandro e também levou à suspensão do membro do conselho, por 12 meses, do quadro associativo do Colorado.

A informação foi confirmada pelos advogados do jogador argentino, Matheus Marques e Fabiano Feliciano. D'Ale entrou com a denúncia por conta de um vídeo do ex-capitão Fernandão. O material falaria de uma "contaminação" no vestiário do Inter e daria a entender que o meia argentino seria o causador.

O então conselheiro negou a acusação, mas o Conselho de Ética não aceitou o recurso.