Conselho do Inter avaliará o modelo de reforma do Gigantinho no início de fevereiro

Conselho do Inter avaliará o modelo de reforma do Gigantinho no início de fevereiro

Proposta de duas empresas é investir cerca de R$ 30 milhões na reforma e explorar o ginásio por 20 anos

Correio do Povo

Caso seja aprovada a proposta, duas empresas irão realizar a reforma e explorar o ginásio por 20 ano

publicidade

Um dos projetos deixados pela diretoria anterior para conclusão pela nova gestão envolve o Gigantinho. O ginásio inaugurado em 1973 já foi um orgulho de todos os colorados, mas atualmente encontra-se semidestruído e praticamente sem uso. Há dois anos, o clube trabalha no projeto para a sua completa reformulação e, após a abertura de uma concorrência, assinou, em outubro do ano passado, um protocolo de intenções de parceria com as empresas OPUS e DC Set. O modelo do negócio, porém, ainda precisa ser validado pelo Conselho Deliberativo (CD), que deve se reunir no dia 4 de fevereiro com este objetivo.

Trata-se de uma parceria inspirada, inclusive, na que proporcionou a reforma do Beira-Rio para a Copa do Mundo, no começo da década passada. Em troca da cedência para exploração do espaço por um prazo de 20 anos, as duas empresas investem os cerca de R$ 30 milhões necessários para a reforma.

Além disso, o clube receberia um valor na assinatura do contrato (luvas) e um repasse anual, além de deixar de gastar com a manutenção do espaço. O clube também tem direito a quatro datas por ano para a realização dos próprios eventos.

“A meu juízo, trata-se de um excelente negócio, que o Conselho Deliberativo não pode deixar de aprovar. Será excelente para o clube e para a cidade, que ganhará um equipamento remodelado e pronto para receber eventos esportivos e shows”, afirmou o conselheiro João Pedro Lamana Paiva, que foi vice-presidente de Negócios Estratégicos da gestão anterior.

Ele foi o responsável pela modelagem do negócio e agora fará a apresentação aos conselheiros no dia 4 de fevereiro.

O objetivo é transformar o Gigantinho em uma arena multiuso. A arquitetura seguirá a linha do novo Beira-Rio. Entre as melhorias programadas está a instalação de um sistema de climatização e a colocação de cadeiras em todo o ginásio, possibilitando que ele receba evento para públicos entre 3 mil e 12 mil pessoas. Em resumo, o ginásio será totalmente reformulado externa e internamente.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895