Coudet elogia ofensividade do Inter e retomada do ritmo de jogo

Coudet elogia ofensividade do Inter e retomada do ritmo de jogo

Treinador disse que pediu intensidade no começo da partida e afirmou não estar preocupado com julgamento no TJD

Correio do Povo

Para o treinador, único ponto negativo do confronto foi expulsão de Saravia

publicidade

Após a classificação do Inter para a final do segundo turno do Gauchão, o técnico Eduardo Coudet elogiou a equipe e afirmo que time se aproxima do ideal buscado nos treinos. "Estamos retomando ritmo de jogo, mas não chegaremos ao ideal. Creio que daqui a pouco vamos encontrando uma forma de jogar, vamos nos adaptando ao ritmo de competência e vamos também conhecendo cada vez mais rápido os rivais que vamos encontrar", afirmou. "Tivemos um jogo muito bom e conseguimos aplicar o que queríamos: arrancar de boa forma, e os três gols chegaram rápido", afirmou.

Questionado sobre a possível escalação para a final do returno do campeonato Estadual, "el Chacho" disse que a formação muda a cada partida por conta de lesões e condições de jogo. Ele falou também sobre a possibilidade de enfrentar o arquirrival Grêmio e disse estar incomodade com a falta de resultados positivos contra o Tricolor: em três confrontos com o time de Renato Portaluppi, foram duas derrotas, ambas pelo torneio regional, e um empate, pela Libertadores.

"Me incomoda muito, nos três clássicos sinto que fomos superiores. Quero ganhar e nós sabemos quem estamos enfrentando. Se for o clássico, novamente tentaremos nos impor", comentou.

Para o treinador argentino, o ponto negativo da semifinal contra o Esportivo foi a expulsão de seu compatriota Enzo Saravia, lateral que deixou o campo com cartão vermelho na segunda parcial. "É normal que o Renzo achava que queria evitar o gol. Eu tinha dito que não queria tomar gol, que era importante isso. É instintivo, tratar de evitar o gol, não podemos julgá-lo", alertou o comandante colorado. Ele ainda apontou, que, após o confronto ter acabado com uma goleado, é fácil falar que seria "melhor que tivessem feito o gol", mas é preciso entender que todos querem o melhor para a equipe.

Busca por atacante

Coudet também comentou a procura por outra alternativa para o ataque do Inter. Ele disse estar precupado com a retomada da temporada e a quantida de jogos, mas afirmou que está "mais do que conforme com o plantel que temos". "Estamos bem, Boschilia está em grande forma, e tentamos encontrar uma variante mais, pensando no futuro, quando tudo voltar à normalidade. Vão voltar as convocatórias, como é o caso de Paolo (Guerrero). Buscamos fazer tudo de maneira coerente, sem desespero", explicou.

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895