Coudet exalta "grande jogo" do Inter e defende paralisação do futebol
capa

Coudet exalta "grande jogo" do Inter e defende paralisação do futebol

Técnico também elogiou boas atuações individuais de Nonato, Edenílson e Patrick

Por
Correio do Povo

Coudet destacou atuação do meio campo e elogiou Nonato

publicidade

As declarações do técnico Eduardo Coudet seguiram a mesma linha daquelas apresentadas pelos envolvidos com futebol em todo o Brasil neste domingo. Assim como os jogadores do Inter após a goleada sobre o São José por 4 a 1 no Passo D'Areia, o treinador do Colorado também pediu a paralisação do esporte visando a diminuição do contágio do coronavírus no país.

Antes de falar na questão de saúde, como chamou a situação envolvendo o coronavírus, Coudet elogiou o "grande jogo" feito pelo Inter, especialmente no setor de meio campo. "Me parece que nos adaptamos ao que pediu a partida. A vitória veio em um campo que é difícil para todos que jogam aqui. Seguimos melhorando", resumiu.

O técnico também rechaçou a ideia de "time reserva", ao citar jogadores de qualidade como Patrick, Nonato e Saravia. E não poupou elogios aos seus jogadores, mesmo ressaltando que não gosta de avaliar o desempenho individual. "São jogadores com características de ataque. que estão criando situações de gol. Muito contente com a atuação do Nonato, que está melhorando cada vez mais seu nível", comentou.

O treinador também comentou a epidemia de coronavírus, que já atinge boa parte do mundo, com 200 casos no Brasil e sete no Rio Grande do Sul. De acordo com ele, trata-se de um "tema muito sério", que necessita de atenção. "Penso como todos, sou a favor da paralisação, e é provável que seja essa a decisão. É algo lógico, porque implica na saúde de todo mundo", frisou.

O Inter aguarda a decisão da Federação Gaúcha de Futebol para saber quando retornará a campo. A princípio, tem clássico Gre-Nal marcado para o próximo sábado, às 19h, válido pela quarta rodada do returno. No entanto, a tendência é que a partida não seja realizada.