Dívidas antigas impedem Inter de fazer grandes investimentos em 2020
capa

Dívidas antigas impedem Inter de fazer grandes investimentos em 2020

Damián Musto, de 32 anos, foi indicado por Eduardo Coudet

Por
Fabrício Falkowski

Grupo deverá se enxugado para o próximo ano

publicidade

A situação financeira do Inter é ligeiramente melhor agora do que foi em um passado recente. Porém, ainda pressionado por dividas antigas, o clube não tem condições de fazer investimentos mais vultosos na reformulação do seu time. Neste momento, a maior parte das esperanças dos dirigentes de ter um 2020 melhor está calcada na capacidade de Eduardo Coudet, técnico que assumirá a equipe a partir de 5 de janeiro, quando serão retomados os trabalhos no CT Parque Gigante após as férias.

Coudet, mesmo à distância, participa do planejamento da próxima temporada. Ele indicou nomes que podem ser contratados e vetou outros. Também analisa a tabela de jogos e planeja as primeiras semanas de trabalho, principalmente porque terá apenas um mês até a estreia do Inter na fase de pré-Libertadores. 

Uma das peças indicadas por Coudet em suas conversas com o executivo Rodrigo Caetano é o volante Damián Musto, 32 anos, que pertence ao Tijuana, do México, mas estava emprestado ao Huesca, da segunda divisão da Espanha. Musto e Coudet atuaram juntos no Rosario Central e, depois, no próprio Tijuana, onde transferiu-se a pedido do treinador em 2017. 

Musto, que deve ser a primeira contratação do Inter para 2020, não é caro. Trata-se de um jogador experiente, que conta com a confiança do técnico, mas de custo baixo. E esse será o modelo dos negócios que o clube fará nas próximas semanas. 

Plantel será enxugado 

Para obter os recursos necessários para a vinda de reforços, os dirigentes farão uma enxugada no atual grupos, liberando atletas pouco utilizados ou que não estão mais nos planos. São os casos de Rithely, Santiago Tréllez, Uendel e Wellington Silva, por exemplo. A situação de Rafael Sobis, que precisa renovar o seu contrato para ficar no Inter, ainda será analisada, mas a tendência é que não fique. 

Além disso, o clube espera vender pelo menos dois jogadores. O primeiro é Nico López, que está acertado com o Tigres do México. Ele deixará cerca de R$ 10 milhões de dólares no clube. Ontem, o atacante uruguaio despediu-se da torcida colorada utilizando as redes sociais. Espera-se que haja ofertas por outros jogadores, mesmo que por valores mais baixos.