Empresário que doou R$ 1 milhão ao Inter volta atrás e nega "mala branca" ao São Paulo

Empresário que doou R$ 1 milhão ao Inter volta atrás e nega "mala branca" ao São Paulo

Elusmar Maggi Scheffer reitera que declaração foi dada no "calor do momento" e que considera atitude "equivocada"

Correio do Povo

Inter perdeu para o Flamengo e é vice-líder do Brasileirão

publicidade

O empresário e torcedor do Inter Elusmar Maggi Scheffer voltou atrás de sua promessa de pagar um incentivo para que o São Paulo derrote o Flamengo na quinta-feira e ajude o Colorado a ganhar a competição. Após a derrota no domingo, o bilionário, que pagou a multa para a escalação de Rodinei, afirmou que investiria mais dinheiro para a equipe de Abel Braga ser campeã, uma espécie de "mala branca".

No entanto, a declaração não foi bem recebida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o que fez com que ele se manifestasse. "Envolto em emoção, afirmei que poderia participar da última rodada com aporte financeiro ao São Paulo, algo que considero equivocado. Sei que não é ético, aceitável, nem necessário este tipo de coisa, já que o São Paulo, como grande clube que é, não precisaria de qualquer incentivo para tentar a vitória. Peço desculpas pelas palavras ditas “no calor do momento”, disse em nota enviada ao portal Uol. 

Mesmo com o resultado do domingo, o Inter pode ser campeão na última rodada, caso vença o Corinthians, no Beira-Rio, e o Flamengo não supere o São Paulo, no Morumbi. Os dois jogos estão marcados para as 21h30min de quinta-feira.   

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895