Inter aposta na valorização de jogadores mais jovens

Inter aposta na valorização de jogadores mais jovens

Clube negou que existam negociações em andamento por Praxedes e Vinícius Tobias

Fabrício Falkowski

Inter aposta na valorização de jogadores mais jovens

publicidade

O Inter confirma que recebeu algumas sondagens por alguns de seus jogadores, mas nega que exista, neste momento, qualquer tratativa em andamento. É provável que o mercado de transferências só se aqueça na abertura das janelas europeias, no meio do ano. Até lá, o clube pretende valorizar os seus atletas, principalmente os mais jovens. Ou seja, neste momento, não há tratativas envolvendo Praxedes ou Vinicius Tobias, por exemplo.

Veja Também

Yuri Alberto e Praxedes são os jogadores do grupo à disposição de Miguel Ángel Ramírez que mais chamam a atenção dos olheiros europeus. Ambos são jogadores com características ofensivas, cuja preço de venda normalmente é mais elevado. Porém, o Inter não autorizou nenhum empresário ou agente de futebol a procurar clube para nenhum deles.

Segundo o orçamento aprovado no mês passado pelo Conselho Deliberativo, o Inter pretende arrecadar R$ 90 milhões com vendas ao longo de 2021. Trata-se de uma projeção realista, compatível com o número alcançado nos últimos anos. No entanto, o clube promete resistir para vender seus principais jogadores por valores bem mais altos que os especulados nos últimos dias.

Nos bastidores do Beira-Rio, os dirigentes acreditam que as últimas notícias sobre negociações envolvendo jogadores do Inter são “plantadas” por empresários. Ou seja, negam que exista a possibilidade de uma venda, por exemplo, do jovem Vinicius Tobias para o Shakhtar Donetsk.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895