Inter e Atlético-GO ficam no 0 a 0 em Goiânia

Inter e Atlético-GO ficam no 0 a 0 em Goiânia

Em duelo direto pelo G-6, Colorado soma mais um ponto e permanece na 10ª colocação no Brasileirão

Correio do Povo

Taison deixou o campo na segunda etapa reclamando de dores na coxa

publicidade

Em um jogo de muitos passes errados e defesas mais eficientes que ataques, Inter e Atlético-GO ficaram no 0 a 0 na noite deste domingo, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela 18ª rodada do Brasileirão. Com o resultado em um duelo direto na luta pelo G6, o Colorado segue na 10ª colocação, agora com 23 pontos – dois atrás do rival desta noite.  

Foram 90 minutos de poucos momentos de emoção, especialmente na primeira etapa. No segundo tempo, os dois times se lançaram mais ao ataque, o que deixou espaços no campo, mas esbarraram na falta de criatividade ofensiva. O mais perto de gol que ocorreu em Goiânia foi uma bola na trave, de Heitor. 

Destaque do duelo ficou por conta do zagueiro Bruno Méndez, que aos 5 minutos da etapa complementar salvou uma finalização em cima da linha e evitou um resultado pior. O meia Taison, que deixou o campo reclamando de dores aos 25 minutos, deve ser reavaliado. Ele pediu para ser substituído após levar a mão à coxa esquerda.

Agora, o técnico Diego Aguirre terá mais tempo para trabalhar a equipe, já que o Inter só volta a campo daqui a duas semanas, no dia 13 de setembro, para enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro. A partida contra o RB Bragantino, que seria na próxima semana, foi adiada pela CBF.

Pouca emoção

Os primeiros 45 minutos foram morosos em Goiânia. Com duas equipes bem postadas em suas estratégias, a bola passou mais tempo no meio de campo do que perto da meta adversária. Quando o Inter chegou, o goleiro Fernando Miguel conseguiu salvar bem finalização de Yuri Alberto já dentro da área. 

No seu estilo, o Inter deixava o Atlético-GO ter a bola, trocar passes e esperava o erro para sair em velocidade. As oportunidades até surgiram, mas o último passe colorado não encaixou ao longo de todo primeiro tempo. Aliás, toques errados foram a tônica de ambos os times. 

Os donos da casa até marcaram aos 26 minutos, porém o árbitro assinalou bem o impedimento de André Luís. Tendo mais a posse de bola, o time do Atlético pecou na criatividade e no repertório ofensivo. Sempre esbarrando na competente marcação colorada, o goleiro Daniel pouco trabalhou. 

Bruno Méndez salva, Heitor carimba a trave

A segunda etapa já abriu mais emocionante que todo o primeiro tempo e, graças a Bruno Méndez, o Atlético-GO não abriu o placar. Arnaldo encontrou João Paulo pelo meio, que driblou a marcação e finalizou de esquerda. A bola chegou a passar por Daniel, só que Méndez de cabeça salvou em cima da linha aos 5 minutos. Aos 9, outra oportunidade. Janderson bateu escanteio e a bola passou por toda a grande área. 

Aguirre colocou o centroavante Paolo Guerrero na vaga de Johnny, aos 15 minutos, para ocupar mais o ataque e tornar o time mais ofensivo, recuando Edenilson para jogar ao lado de Dourado e deixando Yuri na ponta. O esquema, porém, não chegou a durar muito com os jogadores. Isso porque em lance praticamente sozinho no ataque, Taison levou a mão à coxa e pediu substituição aos 24 minutos. Palacios entrou em seu lugar e, nesta mesma leva, Paulo Victor na vaga de Moisés, que não fez boa partida. 

O Inter melhorou. Aos 28 minutos, Heitor encontrou a trave de Fernando Miguel em chute de esquerda de fora da área. Querendo vencer o jogo, Aguirre colocou Caio Vidal e Mauricio nas vagas de Yuri Alberto e Patrick aos 30 para lançar o time para frente. Caio, logo na sua primeira chance, finalizou nas mãos do goleiro adversário. 

A emoção aumentou nos últimos minutos, com os dois times deixando espaços na defesa. No entanto, a marca da partida persistiu, com pouca eficiência ofensiva dos dois lados. Assim, jogo encerrado com o placar fechado: 0 a 0. 

Campeonato Brasileiro - 18ª rodada

Atlético-GO 0
Fernando Miguel; Arnaldo, Wanderson, Eder e Igor Carius: Gabriel Baralhas, William Maranhão, João Paulo, André Luis (Rickson) e Zé Roberto (Montenegro); Arthur Henrique (Janderson). Técnico: Eduardo Barroca

Inter 0
Daniel; Heitor, Bruno Mendez, Cuesta e Moisés (Paulo Victor); Dourado, Johnny (Guerrero), Edenilson, Taison (Palacios) e Patrick (Caio Vidal); Yuri Alberto (Mauricio). Técnico: Diego Aguirre. 

Cartões amarelos: Rodrigo Dourado, Patrick e Palacios (Inter) Zé Roberto (Atlético-GO)
Arbitragem: Marielson Alves Silva
Local: Estadio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data e hora: 29/08, às 18h15min

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895