Inter garante grupo atual até o fim da temporada

Inter garante grupo atual até o fim da temporada

Em situação financeira delicada, colorado busca vaga na Libertadores e premiação por posição

Fabrício Falkowski

Time não deve sofrer baixas nem receber reforços até o encerramento desta edição do Brasileirão

publicidade

Apesar dos seguidos ajustes de contas, que incluíram a demissão de mais 50 funcionários, a saída de quase 30 jogadores, a renegociação de muitos contratos e o alongamento de dívidas, o Inter ainda vive uma situação financeira extremamente delicada. O esforço é para encerrar o ano com déficit próximo do zero, cumprindo promessa de campanha do presidente Alessandro Barcellos e também o orçamento aprovado pelo Conselho Deliberativo.

Pelo menos, a torcida pode ter uma tranquilidade: se, por um lado, não virão novos contratados para reforçar o grupo à disposição de Diego Aguirre, por outro, o clube não fará mais vendas em 2021. “Esse (atual) é o grupo que encerraremos o ano”, enfatizou o presidente colorado, ontem à tarde. “Estamos fazendo um esforço muito grande, porque ainda sofremos os efeitos da pandemia, mas vamos conseguir finalizar a temporada. Agora, o objetivo é subir na tabela de classificação do Brasileirão”, continua o dirigente.

Veja Também

Além de uma vaga na próxima edição da Libertadores, o Campeonato Brasileiro também distribui cotas por colocação na tabela. Quando mais acima, maior é o valor: o campeão leva R$ 33 milhões, e o 16º colocado, último que recebe premiação, R$ 11 milhões. Por isso, é fundamental que o time mantenha a campanha de recuperação na competição. “Temos objetivos importantes na temporada, que precisamos perseguir. Estamos trabalhando para isso, dando tranquilidade e boas condições aos jogadores”, segue Barcellos.

Os jogadores, por exemplo, nunca tiveram seus salários atrasados ao longo da temporada. Além disso, segundo testemunho do diretor executivo, Paulo Bracks, o clube não tem pendências financeiras importantes com nenhum dos seus jogadores. O grande objetivo é manter essa situação até o final da temporada.

A almejada melhora no rendimento do time, objetivo confessado por Diego Aguirre após a vitória sobre o Sport, na última segunda-feira, pode passar pela volta de Taison ao time titular. A recuperação do jogador, que sofreu uma lesão muscular na partida contra o Atlético Goianiense, há quase três semanas, está ocorrendo de forma mais rápida do que o previsto. A sua utilização contra o Fortaleza, domingo, não está descartada.

O grupo colorado voltou aos treinos ontem à tarde, depois devoltar, na véspera, de Recife. Rodrigo Dourado, que cumpriu suspensão, volta ao time. Também é o caso de Palacios, que embora reserva, é um jogador bastante utilizado por Diego Aguirre.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895