Inter pensa em enxugar plantel e vislumbra saída de ao menos três atletas
capa

Inter pensa em enxugar plantel e vislumbra saída de ao menos três atletas

Wellington Silva tem a situação analisada pela diretoria do clube

Por
Fabrício Falkowski

Parede é um dos jogadores que deve deixar o Beira-Rio

publicidade

Ainda em dificuldades financeiras, o Inter precisará enxugar o grupo para liberar recursos para a vinda de novos reforços. Jogadores como Guilherme Parede, Rithely e Santiago Tréllez, cujos contratos se encerram em dezembro, deixarão o clube. A situação de Wellington Silva, cujo vínculo vai até junho, também é analisada, mas, se houver um clube interessado, ele também deixará o Inter em 2020. 

No outro sentido, nas chegadas, as especulações vão além do acerto com Eduardo Coudet. Nessa quarta, o diário Olé afirmou que o técnico indicou o meia Javier Pastore, 30 anos, que está na Roma. Antes, Marco Ruben já foi citado, centroavante que está no Athletico-PR, e Rafael Borré, atacante do River Plate, entre outros. 

O volante Charles Aránguiz, cujo contrato com o Bayer Leverkusen se encerra em 30 de junho de 2020, negocia com os dirigentes colorados desde o meio deste ano. As tratativas podem evoluir a ponto de ele assinar um pré-contrato nos próximos dias. O Inter também tentará antecipar o fim do seu vínculo com o clube alemão, tratativa que é considerada bem mais complicada. Aránguiz é uma peça fundamental da equipe montada pelo técnico Peter Bosz.