Inter quer aproveitar tempo para mudar “mecanismo” e valorizar presença de Guerrero
capa

Inter quer aproveitar tempo para mudar “mecanismo” e valorizar presença de Guerrero

Odair Hellmann prevê ajustar detalhes para que o peruano tenha maior ajuda dos companheiros no ataque

Por
Correio do Povo

Odair Hellmann gostou do desempenho de Guerrero e destacou qualidade dos marcadores do centroavante

publicidade

O Inter perdeu o título do Gauchão para o Grêmio, na quarta-feira, na Arena, nos pênaltis, e, agora, passa a focar na Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil. Com uma semana para se preparar para o jogo contra o Alianza Lima, no Peru, o técnico Odair Hellmann comemora a possibilidade de fazer alterações para que a equipe tenha um melhor entrosamento com Paolo Guerrero.

“Paolo fez o quarto jogo e ainda não conseguimos fazer treinos para criar um mecanismo e mudar alguma ação para que ele… Ainda há um refino dentro desse processo de conhecimento dos jogadores. Fazer a parede, (os companheiros) aproximar um pouco mais dele, não só correr em profundidade. Com o dia a dia e sequência, o crescimento vai acontecer”, declarou Hellmann.

Depois de mais de 250 dias afastado dos gramados, Guerrero estreou no Inter 11 dias antes da partida decisiva de ontem. Com quatro jogos no período, o peruano atuou em compromissos no final e no meio da semana, com 81 minutos em média. Por ser reta final do Gauchão e com a partida que garantiu o Inter nas oitavas da Libertadores, a opção foi preparar o time para as decisões. Com isso, o centroavante não teve a atenção devida da comissão técnica. Mesmo assim, com um entrosamento básico, marcou três gols, dois no Palestino, pela Libertadores, e um contra o Caxias, na semifinal do Gauchão.

Apesar de não ter marcado no Gre-Nal, o técnico aprovou o rendimento do centroavante. Especialmente, na função de criar espaços na parte ofensiva.

“O Paolo fez todas as coisas que têm como características. Lutou muito, mas os dois zagueiros do Grêmio fizeram dois enfrentamentos de altíssimo nível e criaram muitas dificuldades para ele ter ações mais limpas. (…) Finalizou de cabeça e o goleiro fez uma grande defesa. Fazendo com que o adversário tenha atenção nele, sobram espaços para outros chegarem”, ressaltou o treinador.

Segundo números do Sofascore, com marcação feroz de Geromel e Kannemann e com a falta de entrosamento com o restante da equipe, como disse o técnico, Paolo Guerrero fez apenas duas finalizações e uma foi bloqueada durante todo o jogo da Arena. Venceu 10 dos 29 duelos que teve, foi desarmado duas vezes, sofreu cinco faltas e fez quatro.

A quinta-feira será de folga para o grupo do Inter. A reapresentação está marcada para sexta-feira, às 16h. No sábado, a atividade é às 10h. No domingo e na segunda, às 9h30min. O clube ainda não revelou se as atividades serão abertas ou fechadas. O jogo contra o Alianza, no Peru, ocorre na quarta-feira, às 21h30min, no estádio Alejandro Villanueva, em Lima.