Inter reafirma posição sobre público e critica Flamengo: "Falta de bom senso impera"

Inter reafirma posição sobre público e critica Flamengo: "Falta de bom senso impera"

Vice de futebol Emilio Papaléo Zin confirmou que equipes não entrarão em campo caso liminar para presença de torcedores no Maracanã seja mantida

Correio do Povo

Inter criticou Flamengo sobre liminar para público no Brasileirão

publicidade

O Inter voltou a reafirmar a posição sobre não entrar em campo caso a liminar do Flamengo seja mantida, para atuar com público na rodada do fim de semana do Brasileirão. Em entrevista à Rádio Guaíba nesta quarta-feira, o vice de futebol do clube, Emilio Papaléo Zin, criticou a postura dos cariocas. "A falta de bom senso impera", resumiu.

De acordo com ele, o Flamengo conduz a questão de público de forma equivocada. E disse ser uma pena que, diante de tantos percaços trazidos pela pandemia, as equipes precisem se preocupar com isso. Papaléo Zin reafirmou que o adiamento da rodada é uma variável com a qual os 19 clubes, à exceção do Flamengo, estão trabalhando. A decisão já teria sido comunicada à CBF. "Estamos juntos com todas as equipes. Já ficamos tanto tempo sem futebol, não vai ser mais duas ou três rodadas que vão trazer impacto", frisou.

Nesta reunião, o Flamengo não compareceu. Segundo o dirigente, nem o Atlético-MG, que também possui liminar para mandar seus jogos com público, adotou postura semelhante. "O Flamengo age como se estivesse liderando o campeonato. Nem o líder está agindo assim", afirma.

O dirigente revelou uma conversa entre o presidente do clube, Alessandro Barcellos, com o mandatário do Tricolor, Romildo Bolzan Jr. Nela, manifestou solidariedade e reforçou a posição do Inter pela isonomia das competições, tanto Copa do Brasil, que terá público na noite desta quarta, quanto o Brasileirão.

Apesar da dúvida quanto a realização da rodada, o time do Inter segue trabalhando normalmente. Caso haja jogo, a partida contra o Fortaleza acontece no domingo, às 11h, no Beira-Rio, válida pela 21ª rodada do Brasileirão.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895