Inter suspende treinos por tempo indeterminado e recomenda isolamento a jogadores
capa

Inter suspende treinos por tempo indeterminado e recomenda isolamento a jogadores

Atletas serão vacinados contra a gripe na sexta-feira e irão parar as atividades

Por
Correio do Povo

Jogadores serão vacinados na sexta-feira

publicidade

O Inter anunciou nesta terça-feira a suspensão de todas as atividades do clube por tempo indeterminado. Os treinamentos serão suspensos e os jogadores liberados para que fiquem em isolamento em suas casas. "Na sexta-feira, eles virão em grupos de cinco atletas e faremos exames clínicos. Eles serão vacinados contra a gripe e vírus que já temos conhecimento e liberados", afirmou o médico do clube, Luiz Crescente, que explicou que o monitoramento será constante. "Vamos estabelecer as datas desse controle médico", pontuou. Aqueles que estão em recuperação de lesões continuarão trabalhando em horários específicos.

Conforme o profissional, atletas estão "orientados a irem para suas casas e ficarem em seus domicílios, evitando ir a supermercados, cinemas". "Evitar o máximo contato com pessoas estranhas, torcedores, amigos. Evitar toda e qualquer possibilidade de contágio que possa trazer esse vírus aqui para dentro", disse, ressaltando que a diretoria segue as recomendações que órgãos de saúde estão dando. "Estamos seguindo também a orientação geral do futebol brasileiro, de parar e tentar verificar o que vai acontecer. A partir daí, ir tomando as atitudes necessárias", completou.

O desafio, destacou o executivo de Futebol do Colorado, Rodrigo Caetano, será manter os níveis de rendimento. "Vamos necessitar de um período para recuperar performance, modelo de jogo. Mas hoje temos um objetivo muito maior. Se o período se estender, vamos aplicar aquilo que mais ou menos tínhamos previsto. Não descartávamos mantê-los em pequenos grupos, mas o bom senso falou mais alto", mencionou.

"Frisamos pela saúde de todos os atletas, dos profissionais do clube e pela de vocês (imprensa). Os atletas irão receber orientações para manutenção da parte física", avaliou. "Temos que trabalhar para minimizar o impacto no retorno, porque é consenso que vínhamos muito bem. Foi uma medida pensada coletivamente", disse. Por ora, Caetano descartou realizar exames em todos os atletas, porque "provavelmente darão negativo", uma vez que não apresentam sintomas nem há casos confirmados no meio, e porque há dificuldades para obter os exames.

Marcelo Medeiros

O médico Luiz Crescente falou sobre a situação do presidente colorado, Marcelo Medeiros, que aguarda contraprova para seus exames de Covid-19. "Ontem, ele acordou com sintomas como os do coronavírus. Acordou, podemos dizer, meio amolado. Ele não queria fazer nada e dissemos que a obrigação era realizar o exame para descartar a possibilidade. Queremos provar isso", afirmou. "Do ponto de vista médico, não há mais ninguém no clube com sintomas", apontou.