Inter vence Fortaleza por 4 a 2 e fica a um ponto do líder São Paulo

Inter vence Fortaleza por 4 a 2 e fica a um ponto do líder São Paulo

Yuri Alberto, Dourado, Peglow e Carlinhos, contra, marcaram os gols do Colorado

Correio do Povo

Yuri Alberto abriu o placar para o Inter e ainda criou várias chances para ampliar

publicidade

O Inter venceu o Fortaleza, por 4 a 2, na noite deste domingo, no Beira-Rio e termina a 30ª rodada do Brasileirão a um ponto do líder São Paulo. Yuri Alberto, Dourado, Peglow e Carlinhos, contra, marcaram os gols do Colorado e o clube cearense descontou com Wellington Paulista e Romarinho.

A vitória é a sexta seguida do Inter no Brasileirão. E o Colorado volta a repetir a maior série de vitórias do clube no campeonato. O recorde anterior também era de Abel Braga e foi obtido em 2006, ano da conquista da Libertadores e do Mundial

Com a sequência, o Colorado saiu da sexta colocação na 24ª rodada e há três é vice-líder. Agora, a um ponto do São Paulo, com 57 contra 56.

Na próxima quarta-feira, às 21h30min, o Inter enfrenta o São Paulo, no Morumbi. Já o Fortaleza recebe o Santos, na quinta-feira, às 19h, no Castelão.

Inter marca dois antes dos 10 minutos

Depois de alguns minutos de muita disputa, mas com as duas equipes estudando o adversário, o Inter abriu o placar. Logo a quatro minutos, Rodrigo Dourado roubou a bola na intermediária defensiva e passou para Patrick, que puxou rápido contra-ataque. O meia acionou Praxedes no lado esquerdo, que avançou e cruzou. Yuri Alberto cabeceou, Felipe Alves defendeu com o pé e, no rebote, o próprio centroavante empurrou para o fundo das redes.

Aos nove, Moisés cobrou falta da esquerda de ataque, Rodrigo Dourado cabeceou no lado direito da meta de Felipe Alves, que não conseguiu alcançar e marcou o segundo. O 2 a 0 e o entusiasmo colorado também levaram a equipe a cometer erros bobos. Aos 12, Caio Vidal derrubou Carlinhos dentro da área e o árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira marcou o pênalti. Um minuto depois, Wellington Paulista, após várias "paradinhas", chutou no canto inferior direito de Marcelo Lomba, que saltou para a esquerda, e diminuiu a diferença. Inter 2 a 1 Fortaleza.

O Inter seguiu buscando o terceiro gol e, aos 29, Cuesta quase ampliou. O zagueiro cobrou falta da intermediária, perto da meia lua, e acertou onde o travessão e o poste se encontram. Por pouco, Yuri Alberto não chegou no rebote. Um minuto depois, Praxedes recebeu dentro da área e bateu, a bola desviou na defesa e passou próximo ao poste direito do Fortaleza.

Nos minutos finais, o Inter passou a ter maior posse de bola do que o Fortaleza, mas sem conseguir furar o forte bloqueio defensivo do adversário. Com isso, o primeiro tempo terminou com o 2 a 1 para o Colorado.

Inter cede o empate, mas consegue mais dois gols e a vitória

O Inter voltou pressionando e aos três minutos perdeu duas oportunidades de ampliar no mesmo lance. Moisés cruzou da esquerda, Caio Vidal chutou no poste esquerdo de Felipe Alves. No rebote, Yuri Alberto chutou sem goleiro, mas Paulão se jogou e conseguiu impedir o terceiro do Inter. Três minutos depois, Rodinei cruzou da direita, o centroavante cabeceou e a bola passou rente ao travessão do Fortaleza.

Apesar da pressão do Inter, foi o Fortaleza que marcou e deixou tudo igual. Aos 11, Cuesta cabeceou na nuca do adversário, a bola subiu e caiu no pé de Romarinho, que chutou no canto inferior direito de Lomba.

Após o empate, Abel Braga retirou Caio Vidal e colocou Peglow. Aos 18, David saiu em rápido contra-ataque pela esquerda de ataque e passou para Romarinho. O atacante esperou a passagem do companheiro e fez o lançamento nas costas da defesa. Na saída de Lomba, ele chutou, mas a bola fez uma curva e saiu pela linha de fundo.

O jogo já ultrapassava os 20 minutos e o Inter seguia em cima do Fortaleza, com mais posse de bola. Aos 26, Patrick fez uma jogada de força pelo lado esquerdo ofensivo, passou por marcadores e deu um passe para o meio da grande área. Peglow chegou sem marcação na marca do pênalti e chutou para colocar o Colorado na frente do placar: 3 a 2.

A tranquilidade no jogo veio cinco minutos, em nova jogada pela esquerda. Moisés fez bom lance e passou para Praxedes. O jovem meia cruzou de forma perigosa e, na tentativa de afastar, o lateral Carlinhos fez um gol contra: Inter 4, Fortaleza 2. 

Nos minutos finais, os dois técnicos fizeram todas as alterações possíveis, mas o rendimento das equipes não mudou e o resultado se manteve o mesmo. Com isso, o Inter chegou a 16ª vitória e grudou no São Paulo, faltando oito jogos para o final do Brasileirão.

Campeonato Brasileiro - 30ª rodada

Inter 4
Danilo Fernandes; Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny), Edenílson, Patrick (Maurício) e Praxedes (Lindoso); Caio Vidal (Peglow) e Yuri Alberto (Abel Hernández). Técnico: Abel Braga

Fortaleza 2
Felipe Alves; Tinga (Yuri César), Paulão, Wanderson e Carlinhos; Juninho, Felipe (Ronald), Osvaldo (Gabriel Dias) e David (Bergson); Wellington Paulista (Mariano Vázquez) e Romarinho. Técnico: Enderson Moreira.

Gols: Yuri Alberto (4min/1ºT), Rodrigo Dourado (9min/1ºT), Peglow (26min/2ºT) e Carlinhos (31min/2ºT – Contra) & Wellington Paulista (13min/1ºT) e Romarinho (11min/2ºT)
Cartões amarelos: Paulão, Tinga e Wanderson (F)
Cartões vermelhos: -

Árbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).
Auxiliares: Alex dos Santos e Éder Alexandre (ambos de SC).
Árbitro do VAR: Wagner Reway (PB).

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895