Inter vence o Bahia e mantém 100% no Beira-Rio
capa

Inter vence o Bahia e mantém 100% no Beira-Rio

Jogo foi marcado por gol polêmico com VAR e falhas de goleiros

Por
Correio do Povo

Inter venceu o Bahia no Brasileirão

publicidade

O Inter venceu o Bahia por 3 a 1 nesta quarta e manteve o 100% de aproveitamento no estádio Beira-Rio no Brasileirão 2019. A partida foi marcada por um gol polêmico, validado pelo VAR para o Inter, e por falhas dos goleiros Douglas, do time baiano, e de Marcelo Lomba, do Colorado. 

Com a vitória, os comandados de Odair Hellmann chegam a 16 pontos e assumem o quarto lugar. O Bahia cai para a sétima posição, com 14 pontos. O próximo desafio no Brasileirão para o Colorado é só em 14 de julho, contra o Athletico-PR, em Curitiba. O Bahia enfrentará o Santos na mesma data.

O primeiro tempo teve o Bahia com mais iniciativa e o Inter perigoso nos contra-ataques. As chances de gol foram poucas na arrancada da partida, normalmente em jogadas de Nino Paraíba, pela direita. Aos seis minutos, o centroavante Fernandão teve grande oportunidade, livre de cabeça, mandou para fora. Logo depois, Nino Paraíba fez grande cruzamento, que deixou Arthur Caíque na cara do gol, que também mandou desviado. Os visitantes ainda tiveram mais uma chance de marcar aos 16 minutos. Nino Paraíba cruzou no segundo pau, a defesa do Inter parou e Arthur fez a assistência de cabeça na trave oposta. Na cara do gol, Fernandão tinha a chance de cutucar para as redes, mas pegou errado na bola.

Aí veio o contra-ataque do Inter e o lance mais polêmico da partida. Zeca cruzou da direita, Sobis encostou de cabeça e Lindoso completou para as redes. Na câmera da TV, o volante colorado estava um corpo inteiro à frente da defesa, em impedimento. O lance foi para análise do VAR e, após vários minutos, o árbitro Paulo Roberto Alves Junior confirmou o 1 a 0, mesmo sem consultar ele mesmo a jogada no vídeo.

Com o técnico Roger Machado indignado do lado de fora, o Bahia foi para cima do Colorado. E aí, começaram a surgir bons contra-ataques do Inter. Aos 30, Sobis disparou livre e o goleiro Douglas saiu lá no meio campo para tirar de carrinho. Nico recuperou e acionou Sobis de novo. O atacante tentou chutar de longe no gol descoberto, mas errou a mira.

Arthur Caike teve mais duas chances na bola aérea, de novo totalmente descoberta pelos colorados. Na primeira delas, cabeceou forte, em cima do goleiro Marcelo Lomba. Depois, totalmente livre, pegou embaixo da bola e isolou por cima.

O Inter quase ampliou num golaço de D'Alessandro. O meia recebeu na área, tirou de dois marcadores e chutou por cobertura. O goleiro Douglas viu a bola entrando no ângulo e voou com um tapinha para salvar antes do intervalo.

Inter consolida a vitória

A volta para o segundo tempo teve um início de pressão do Inter. Aos 5, D'Alessandro recebeu no meio e lançou Nico Lopez na cara do gol. O uruguaio preparava o chute, quando o goleiro Douglas saiu feito líbero e fez o desarme na meia-lua.

Sobis perdeu outra chance, em seguida. Cuesta lançou lá da defesa para Uendel. Ele voltou com Nico, que inverteu para D'Alessandro. Com categoria, o meia centralizou para Sobis por baixo. O atacante fez o desvio na cara do gol: para fora.

Aos 15, contudo, a boa atuação do goleiro do Bahia ruiu, literalmente entre suas mãos. Edenilson disputou bola de cabeça na área e sobrou para Sobis. O atacante bateu de voleio, mas saiu mascado contra o chão. A bola subiu fraca, Douglas saiu todo atrapalhado e espalmou para dentro do gol, definindo o 2 a 0.

O Inter tentou levar o jogo em banho maria e a partida teve um hiato de chances de gol. Só que o Bahia continuou acreditando e aproveitou um erro geral da defesa do Inter para descontar. Depois de cruzamento de Nino Paraíba, a bola ficou viva na área. Lomba saiu errado para abafar, Arthur Cayke ganhou dele e fez a assistência para Fernandão. O centroavante enfiou o pé, a bola ainda desviou em Roberto e morreu no fundo das redes para o 2 a 1.

Mas a reação do Bahia teve freio imediato nos pés do homenageado do dia. D'Alessandro, no seu jogo 450, deixou sua marca. A jogada foi de Patrick, que acabara de entrar no lugar de Lindoso. O volante escapou na esquerda e inverteu bola para D'Ale. Com muita categoria, ele ajeitou e bateu rente ao poste direito para anotar o 3 a 1 e dar números finais à partida. 

Brasileirão 2019 - 9ª rodada

Inter 3

Marcelo Lomba; Zeca, Roberto, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso (Patrick), Edenilson e Nonato; D'Alessandro (Wellington Silva), Nico López (Jonatan Alvez) e Rafael Sobis. Técnico: Odair Hellmann.

Bahia 1

Douglas; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Douglas (Shaylon), Flávio (Rogério) e Elton; Ramires, Fernandão e Arthur Caíke. Técnico: Roger Machado.

Gols: Rodrigo Lindoso (18min/1ºT), Rafael Sobis (16min/2ºT) e D'Alessandro (35min/2ºT), para o Inter; Fernandão (32min/2ºT), para o Bahia.
Local: Beira-Rio
Arbitragem: Paulo Roberto Alves Junior, auxiliado por Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (trio do PR); VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Víctor Cuesta (I); Ramires (B)
Público total: 17.153 (pagantes: 15.110, menores: 684 e não pagantes: 1.349)
Renda: R$ 503.765,00