Lisca fará reunião com direção do América-MG para definir futuro

Lisca fará reunião com direção do América-MG para definir futuro

Alvo do interesse do Inter, treinador não vive um bom momento em Minas Gerais

Correio do Povo

Lisca revelou que fará uma reunião com os dirigentes do América-MG para definir o seu futuro depois de três derrotas em três jogos do Brasileirão 2021

publicidade

O América-MG e o Grêmio são os dois clubes do Campeonato Brasileiro que ainda não marcaram pontos, mas os mineiros já fizeram três jogos pela competição e o técnico Lisca admite que o momento é complicado. Após a derrota por 2 a 0 para o Flamengo, ele prometeu se reunir nesta segunda-feira com os dirigentes do Coelho e definir o seu futuro.

“Quando chegarmos a Belo Horizonte vamos sentar e conversar para tomar a melhor atitude para todos. Para o clube. Para os jogadores e para a comissão técnica. Precisamos de uma reação urgente a partir de quinta-feira (contra o Cuiabá), que virou um jogo de final de Copa do Mundo para o América. Agora é a hora de ter calma e tranquilidade. Fizemos coisas boas juntos e agora estamos em um momento é pior. O treinador tem que assumir a responsabilidade, pois é quem comanda, escala e treina. Realmente, não estamos conseguindo encontrar soluções para vencer na Série A. Ainda não conseguimos fazer um gol. Temos que sentar e ver o que é melhor para o nosso caminho daqui para frente”, revelou Lisca.

Os dirigentes do Inter não admitem publicamente, mas os contatos com o ex-técnico do Colorado já ocorreram. O executivo de futebol Paulo Bracks, que trabalhou com o Lisca no América-MG, está incumbido das negociações. Ao ser questionando se a proposta do alvirrubro foi irrecusável, uma condição estabelecida pelo profissional para deixar o Coelho, Lisca evitou fazer qualquer comentário.

“Eu não tenho nada para falar sobre isso, mas fico feliz pelas especulações e pela valorização do meu trabalho, mas o momento do América e, obviamente, o meu, é ruim, se você olhar o nosso desempenho. Não acho correto comentar agora sobre especulações e essas situações. Amanhã (nesta segunda-feira) vamos sentar, nos reunir e chegar a melhor solução para todo mundo”, concluiu.

Lisca assumiu o América em 2020 e comandou o retorno do clube para a Série A do Brasileiro. Desde a apresentação, ele fez 82 jogos como técnico do Coelho, com 40 vitórias, 27 empates e 15 derrotas, com 96 gols marcados e 60 sofridos. Além do acesso, o porto-alegrense levou o clube mineiro a uma histórica semifinal da Copa do Brasil no ano passado e foi derrotado pelo campeão Palmeiras. Ele tem contrato até o final de 2021.

Lisca trabalhou como treinador de equipes das categorias de base do Inter durante 10 anos, em três passagens distintas, onde conquistou o Brasileiro juvenil de 1998 e ainda conquistou estaduais com a mesma categoria e com os juniores. Em 2016, assumiu a equipe principal nas últimas três rodadas do Campeonato Brasileiro e não conseguiu evitar o rebaixamento para a Série B.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895