Lomba confia na resolução de impasse entre Inter e Guerrero: "Contamos com ele"

Lomba confia na resolução de impasse entre Inter e Guerrero: "Contamos com ele"

Goleiro afirmou que grupo vê atacante trabalhando normal e crê em permanência "no mínimo, até o final do ano"

Correio do Povo

Goleiro concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira

publicidade

Na véspera da partida entre Inter e Olímpia, pela terceira rodada da Libertadores, no grupo B, às 21h, no estádio Beira-Rio, o tema no estádio Beira-Rio segue sendo o pedido de rescisão apresentado pelo atacante peruano Paolo Guerrero, de 37 anos. De acordo com o goleiro colorado, Marcelo Lomba, o tema deve ser solucionado internamente entre a direção e o centroavante, buscando um senso comum.

"Acho que Paolo e o clube tem que conversar internamente. Envolve contrato, outros fatores que não me cabem. Guerrero é um grande jogador e o Inter é um grande clube. Temos que somar forças. Estamos com muita disposição para fazer um grande ano no clube", afirmou, em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira. "Falando por mim: conto com o Guerrero, no mínimo, até o fim do ano. Se eu penso em títulos e em grupo forte, contamos com o Paolo. Ele tá trabalhando normal e contamos com ele", acrescentou.

Com três pontos, o Inter precisa vencer o Olímpia em casa para permanecer na zona de classificação para as oitavas de final no encerramento do primeiro turno da fase de grupos. No returno, o Colorado terá duas partidas longe do Beira-Rio. "Olímpia é um grande clube. De tradição. É um jogo que decide que estará na ponta do grupo. Já vimos o que vamos enfrentar. Vamos pensar no hoje. Vamos nos preocupar conosco e com o que temos que fazer", projetou o arqueiro.

Assim como nos torcedores, a possibilidade do atacante Taison fazer sua restreia também gera expectativas em Lomba. "Contamos muito com o Taison. É uma das estreias mais esperadas dos últimos tempos. Passei a admira-lo mais ainda, tem comprometimento nos treinos. Soma muito pra nós. Tem liderança e alegria", pontuou. "A história fala por si. Taison dispensa apresentações. Chega com liderança técnica e no ambiente. É referência para os jovens. Multi-campeão. Carreira consolidada fora. Admiro ele por volta e para somar. Não para brincar".

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895