Mano admite expulsão justa e Zeca dá conselho a Edílson
capa

Mano admite expulsão justa e Zeca dá conselho a Edílson

Agressão do lateral do Cruzeiro a Nico López causou confusão no final do jogo

Por
Correio do Povo

Edílson acabou expulso no final do jogo após agressão em Nico López

publicidade

O Inter venceu o Cruzeiro por 3 a 1 neste domingo no Beira-Rio em jogo que o time de Odair Hellmann fez uma de suas melhores atuações em 2019. A vitória colorada, porém, foi marcada na parte final por uma confusão gerada por uma agressão de Edílson a Nico López, que resultou no cartão vermelho para o lateral. O lance foi assunto nas entrevistas após o confronto.

O treinador dos mineiros, Mano Menezes, que costuma reclamar bastante das arbitragens, admitiu após o jogo que o jogador mereceu ser expulso. Ele afirmou que a atitude não pode ser tolerada pelos árbitros e revelou que pediu desculpas a alguns atletas do Inter pelo lance. "Nós nunca aprovamos agressividade dentro do futebol. A atitude é reprovada por mim e pelo clube”, afirmou o técnico.

O lateral-direito do Inter, Zeca, também falou sobre a situação. Ele disse ser amigo de Edílson, mas admitiu que o jogador cometeu um erro e deve ser punido. “Eu conheço Edílson há tempo. Particularmente, dá para ver que isso é antigo. Eu, como amigo, dou um conselho, penso que isso prejudicou até o time deles. O árbitro tinha dado cinco minutos e eles tinham chance até de atacar. Ele errou na agressão, foi corretamente expulso e isso não pode acontecer. Ele tem de pensar bem, mas acho que o Cruzeiro mesmo vai conversar com ele”, declarou.

Em um discurso mais forte, o vice de futebol do Inter, Roberto Melo, cobrou uma punição forte. “Isso da parte desse atleta já é recorrente. Não é a primeira vez. A gente tem as imagens todas. Que sejam analisadas e seja aplicada a punição que esse atleta merece. Jogar com garra, vontade e força é uma coisa. Com deslealdade, é outra. As imagens estão aí, não é a primeira vez e hoje novamente aconteceu”, enfatizou ao lembrar da ocasião em que Edílson acertou um soco em Rodrigo Dourado durante um Gre-Nal disputado na Arena, válido pelo Brasileirão de 2016. Depois disso, o lateral acabou suspenso por cinco jogos.