Melo celebra atuação de Guerrero, mas pede calma com jogador

Melo celebra atuação de Guerrero, mas pede calma com jogador

Dirigente quer ver centroavante se adaptar para atuar de maneira competitiva

Correio do Povo

Guerrero abriu o placar na vitória contra o Caxias nesse sábado

publicidade

Paolo Guerrero foi a atração do Inter na vitória diante do Caxias, resultado que garantiu o time de Odair Hellmann na final do Gauchão 2019. O jogador saiu de campo ainda pilhado pelo gol e pelo triunfo conquistado pela equipe e até disse que gostaria de continuar jogando além dos 70 minutos previstos pela comissão técnica. O vice-presidente de futebol Roberto Melo, no entanto, foi mais cauteloso quanto ao aproveitamento do centroavante peruano, desejando apenas que as coisas "aconteçam naturalmente".
 
"O Guerrero é um jogador que a gente fez um esforço gigantesco para trazer. Esperamos meses para contar com ele. Foi recém o primeiro jogo e hoje já mostrou um pouco da qualidade que ele tem. Mas vamos devagar. Ele tem tempo para se adaptar ao time e para voltar a atuar de maneira competitiva. Não vamos apressar nada e vamos deixar as coisas acontecerem ao natural", disse em entrevista coletiva nesse sábado. 
 
Melo afirmou ainda que o Inter não pode se dar ao luxo de escolher um adversário na final do Gauchão. "Chegamos à final por nossos méritos. É preciso parabenizar o Caxias pela bela campanha e pelo trabalho do Pingo (técnico do Caxias) porque foram dois jogos bem difíceis. A gente vai esperar para ver quem vamos enfrentar", resumiu. 
 
O dirigente ainda agradeceu ao torcedor que foi ao Beira-Rio mesmo com chuva para participar da festa de 50 anos do estádio e prestigiar a estreia de Paolo Guerrero. "Quero parabenizar o torcedor que veio hoje (ontem), tivemos 32 mil pessoas de público. Isso mostra a força da nossa torcida e a confiança que ela tem no nosso time", completou. 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895