Multa da rescisão de Coudet no Inter reduz em janeiro

Multa da rescisão de Coudet no Inter reduz em janeiro

Cláusula obriga pagamento integral do contrato, para ambas as partes, caso o técnico saia em 2020

Fabricio Falkowski

Multa de Coudet sofre redução considerável a partir de janeiro

publicidade

A multa de rescisão do técnico do Inter, Eduardo Coudet, terá redução a partir de janeiro. Conforme o repórter Fabricio Falkowski, o objetivo da medida era dar segurança ao trabalho de Coudet, ao mesmo tempo em que se sabia das eleições presidenciais em meio ao ano de futebol, exceção provocada pela pandemia de Covid-19.

A cláusula que obriga pagamento integral do contrato é válida para ambas as partes. Nos primeiros 12 meses, quem optar pela rescisão paga a outra até o final de 2021. 

Isso vale até dezembro de 2020. A partir de janeiro, a multa cai para apenas dois meses, válida também para ambos oslados. Na ocasião da assinatura, o esquema foi proposto para dar segurança a Eduardo Coudet por conta da mudança de país. A medida também considera a troca de gestão em dezembro, por conta das eleições.

O Inter adiou a classificação para a próxima fase na Libertadores após empatar em 0 a 0 com o América de Cali, na noite desta terça-feira. Apesar disso, segue muito próximo de ir às oitavas de final. Mesmo com o momento de pressão, a diretoria do clube garante a permanência de Eduardo Coudet no cargo


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895