Shakhtar anuncia a saída Taison e jogador fica livre para acertar com o Inter

Shakhtar anuncia a saída Taison e jogador fica livre para acertar com o Inter

Intenção do Colorado é inscrever o atacante na fase de grupos da Libertadores

Correio do Povo

Taison e o clube ucraniano usaram as redes sociais para anunciar a saída do atacante

publicidade

O Shakhtar anunciou nesta sexta-feira que o atacante Taison deixará o clube após oito anos. Com isso, o jogador fica libre para assinar o contrato com o Inter, dando fim a uma “novela” que vinha se arrastando nos últimos anos. O Colorado deseja contar com o atleta de 33 anos, que nunca escondeu a vontade de retornar ao clube onde surgiu para o futebol.

Nas oito temporadas que vestiu a camisa laranja e preta do clube ucraniano, Taison estevem em campo em 299 oportunidades e marcou 55 gols. Ele ajudou o Shakhtar a conquistar seis campeonatos nacionais, cinco copas e quatro supercopas da Ucrânia.

No texto de despedida, o Shakhtar destaca que o Taison é o único brasileiro a conseguir figurar entre os 20 jogadores que mais atuaram na história do clube. Os ucranianos também destacam que ele era o capitão do time desde 2017 e que foi convocado para a Seleção Brasileira atuando no clube entre 2016 e 2017.

A forma como ocorreu a liberação ainda será esclarecida pela direção do Inter e pelo jogador. Os ucranianos desejavam ficar com a preferência de contratações de atletas da base do clube, mas a direção do Colorado resistia. Outra possibilidade é que o presidente Alessandro Barcellos tenha pago um valor como multa para ter o atleta que tinha o contrato encerrando no meio do ano.

Apesar das dificuldades financeiras que o Inter enfrenta, o projeto para repatriar Taison foi formado a partir da saída do meia D’Alessandro do clube. O valor que era pago ao multicampeão argentino será repassado para o atacante de 33 anos. De acordo com Cristiano Silva, da Rádio Guaíba, o valor não deve ultrapassar os R$ 650 mil por mês.

O anúncio da contratação pelo Inter deve ocorrer nas próximas horas.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895