Ituano ganha do Guarani, se firma em quinto e ainda sonha com o acesso na Série B

Ituano ganha do Guarani, se firma em quinto e ainda sonha com o acesso na Série B

Gabriel Barros e Dudu Vieira garantiram a vitória por 2 a 1

AE

publicidade

O Ituano manteve vivo o sonho de buscar o acesso dentro da Série B do Campeonato Brasileiro ao vencer o Guarani, por 2 a 1, neste sábado à noite, no estádio Novelli Júnior, em Itu, pela 34ª rodada. Sem perder há seis jogos, com quatro vitórias e dois empates, o Ituano agora é o quinto colocado, com 51 pontos, quatro a menos do que o Vasco, com 55.

Esta grande campanha do Ituano se deve ao seu rendimento dentro de casa. Em nove jogos sob o comando de Carlos Pimentel, venceu sete e empatou duas vezes. O Guarani, que vinha de uma sequência de quatro vitórias, segue com 41 pontos, em 13º lugar, ainda preocupado em se livrar da ameaça de rebaixamento após figurar 23 rodadas seguidas dentro da zona de degola.

Mesmo como visitante, o Guarani iniciou o jogo demonstrando mais disposição de buscar o ataque, explorando as beiradas do campo. A bola sempre passava nos pés do meia Giovanni Augusto, o seu jogador mais técnico.

Até então sem levar perigo, o Ituano abriu o placar aos 24 minutos. A bola foi levantada na área e quicou duas vezes lentamente sem que a defesa aliviasse. O esperto Gabriel Barros pegou o rebote e bateu bonito, de meio voleio. O chute não saiu forte, mas a bola passou entre os braços do goleiro Mauricio Kozlinsky, que saltou do lado direito, e entrou: 1 a 0.

O Guarani demorou para digerir o gol e quase levou outro aos 35 minutos, quando Gabriel Barros rolou para a bomba de Roberto, que passou perto da trave. Deu susto no goleiro bugrino.

O Ituano voltou para o segundo tempo para diminuir a velocidade do jogo. Mas recuou demais e deixou o Guarani dominar seu campo defensivo. O time campineiro, porém, tinha dificuldades nas penetrações e quase finalizou bem aos 12 minutos numa virada de Isaque, dentro da área, bloqueada por Roberto.

O esperado empate saiu aos 18 minutos, após Yago tentar cruzar e a bola tocar no bico da trave. Na sobra, Yuri Tanque fez a proteção, mesmo acuado por dois zagueiros, e rolou para trás para o chute rasteiro de Lucas Ramon.

Curiosamente, após o gol o Ituano passou a descer mais, tentando cruzamentos pelo alto. Num deles, Lucas Dias cabeceou rente à trave. Aos 30, Roberto chutou de longe, houve desvio no caminho e a bola raspou a trave. No minuto seguinte, Léo Ceará chutou no alto e o goleiro Kozlinsky espalmou de mão trocada.

Nesta altura, o Guarani pouco atacava e parecia contente com o empate. Nos contra-ataques até teve duas finalizações com Madison, mas ambas para fora. O Ituano definiu a vitória aos 41 minutos. Após levantamento no alto, a defesa rebateu de cabeça e a sobra ficou com Dudu Vieira, na frente da área. Ele ajeitou e bateu à meia altura no canto direito de Kozlinsky.

Pela 35ª rodada, o Ituano vai enfrentar o Criciúma no próximo sábado (15), às 19h. Antes disso, na terça-feira (11), o Guarani recebe o CRB, às 19h, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).


Mais Lidas

Confira a programação de esportes na TV desta terça-feira, 23 de abril

Opções incluem eventos de futebol e outras modalidades esportivas em canais abertos e por assinatura



Placar CP desta terça-feira, 23 de abril: confira jogos e resultados das principais competições de futebol

Acompanhe a atualização das competições estaduais, regionais, nacionais, continentais e internacionais

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895