Jardel tem a casa invadida e duas chuteiras de ouro são furtadas
patrocinado por

Jardel tem a casa invadida e duas chuteiras de ouro são furtadas

Ex-centroavante do Grêmio lamentou o ocorrido, especialmente, pelo “valor sentimental” das premiações

Correio do Povo

Jardel teve duas chuteiras de ouro, uma de prata e uma de bronze furtadas da sua residência em Fortaleza

publicidade

O ex-centroavante do Grêmio Jardel usou as redes sociais para lamentar o furto de suas chuteiras de ouro, prata e bronze obtidas nas suas passagens pelo futebol europeu. Homens invadiram a residência do ex-jogador em Fortaleza e levaram duas de ouro, uma de prata e uma de bronze.

“Mais do que o valor (monetário), é o valor sentimental que tenho por elas representando o Brasil no exterior”, destacou na publicação no Instagram.

A primeira chuteira de ouro da Uefa foi conquistada após os 36 gols marcados pelo Porto em 1999. Três anos depois, voltou a levar a premiação, ao fazer 42 tentos pelo Sporting, também de Portugal. A chuteira de prata foi obtida pelo desempenho na temporada de 1997, também pelo Porto. Já a de bronze foi pelos gols marcados em 2000, quando o Galatasaray, da Turquia.

Jardel pediu que compartilhem o post para que elas possam ser encontradas. O ex-jogador registrou o ocorrido em uma delegacia de Fortaleza.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895