Juventude tropeça contra o Vitória e volta a ter G4 ameaçado na Série B
patrocinado por

Juventude tropeça contra o Vitória e volta a ter G4 ameaçado na Série B

Clube da Serra perdeu por 1 a 0 e pode sair da zona de subida ao Brasileirão na rodad

AE

publicidade

Buscando escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B, o Vitória conseguiu um importante resultado nesta terça-feira. O  Juventude, por sua vez, tropeçou ao ser derrotado por 1 a 0 e vê de novo um lugar no G4 ameaçado. Léo Ceará, aos 17 minutos do primeiro tempo, marcou o único gol do duelo.

Com o resultado, os donos da casa foram aos 36 pontos, na 13.ª colocação, enquanto os visitantes ficam no quarto lugar, com 46, atrás apenas de Chapecoense, com 57, América-MG, com 53, e Cuiabá, com 47. Por outro lado, Paraná, com 29, Náutico, com 28, Botafogo-SP, com 24, e Oeste, com 16, formam a zona de descenso para a Série C de 2021.

A primeira etapa do duelo começou truncada e equilibrada, com o Juventude arriscando finalizações de fora da área. Igor, aos quatro minutos, e Capixaba, aos sete, porém, não conseguiram levar perigo. O Vitória, por outro lado, abriu o placar na primeira boa chegada.

Thiago Lopes, aos 17 minutos, fez grande jogada individual, puxando ótimo contra-ataque, e acionou Léo Ceará, que teve tranquilidade para mandar para o fundo das redes. Depois, os visitantes passaram a ter boa parte da posse de bola, mas sem efetividade.

Dessa forma, foram mesmo os mandantes que voltaram a ficar perto de marcar. Ambas, aliás, com Vico. Aos 40, ele não conseguiu, por muito pouco, desviar cruzamento da esquerda. Depois, aos 44, se atrapalhou após erro do time gaúcho e ainda fez a finalização, parando em Marcelo Carné.

Preocupado com a maior posse de bola que não resultava em boas chances, o técnico do Juventude, Pintado, promoveu três alterações no intervalo - os mandantes fizeram uma. E as mexidas tiveram efeito imediato, com os gaúchos chegando com perigo duas vezes rapidamente.

Logo aos três minutos, Igor pegou rebote e soltou a pancada. Atento, o goleiro Yuri conseguiu fazer boa defesa. Na sequência, aos cinco, João Paulo arriscou de fora a da área, tirando tinta da trave. Depois, o Vitória conseguiu reequilibrar as ações.

Os donos da casa ainda tiveram grande contra-ataque para fechar e carimbar a vitória. Aos 35, Vico passou para Rafael Carioca, que não caprichou na finalização. Everton, aos 41, de cabeça, ainda teve a chance derradeira de empatar, mas mandou para fora.

O Vitória volta a campo já na sexta-feira, quando visita o Oeste, na Arena Barueri, às 16h. O Juventude entra no gramado um pouco depois. Às 18h, recebe o CSA, no Alfredo Jaconi.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895