LaLiga quer pedir revogação do contrato de Mbappé, informa advogado

LaLiga quer pedir revogação do contrato de Mbappé, informa advogado

Em último caso, Juan Branco afirmou que irá recorrer ao tribunal administrativo de Paris

AFP

Em último caso, Juan Branco afirmou que irá recorrer ao tribunal administrativo de Paris

publicidade

A LaLiga, organizadora do Campeonato Espanhol, quer pedir "a revogação do contrato de (Kylian) Mbappé" e pretende levar o Paris Saint-Germain às autoridades europeias, disse nesta sexta-feira o advogado da instituição na França, Juan Branco. "O ponto de partida" dos procedimentos contra o PSG é a "legalidade do contrato de Mbappé", explicou Branco em entrevista coletiva.

"A LFP (Liga de Futebol Profissional francesa) deveria nunca ter aprovado este contrato. A DNCG (Direção Nacional do Controle de Gestão - encarregada dentro da LFP de supervisionar as contas dos clubes franceses) deveria ter constatado a infração do PSG às regras do Fair Play Financeiro em escala nacional e também europeia", acrescentou.

O advogado planeja "pedir a revogação do contrato de Mbappé ao ministro dos Esportes da França", e depois apresentar um "recurso na LFP para que contacte a DNCG para um controle de oportunidade" das contas do PSG.

Por último, se as iniciativas anteriores não derem resultado, Branco afirmou que irá recorrer ao tribunal administrativo de Paris.

Caso essas medidas prosperem, o advogado afirmou que irá à "Comissão Europeia para pedir que intervenha para harmonizar os regulamentos", ou iniciará "um procedimento formal depois por abuso de posição dominante" para pôr fim, ao término do processo, ir ao tribunal de justiça europeia.


Mais Lidas

Confira a programação de esportes na TV desta terça-feira, 16 de abril

Opções incluem eventos de futebol e outras modalidades esportivas em canais abertos e por assinatura



Placar CP desta terça-feira, 16 de abril: confira jogos e resultados das principais competições de futebol

Acompanhe a atualização das competições estaduais, regionais, nacionais, continentais e internacionais

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895