Luis Enrique deixa cargo de técnico da Espanha por problemas pessoais
capa

Luis Enrique deixa cargo de técnico da Espanha por problemas pessoais

Treinador acumulou retrospecto de oito vitórias e duas derrotas em dez jogos

Por
AFP

Luís Enrique alegou problemas pessoais para deixar a seleção da Espanha

publicidade

O técnico Luis Enrique Martínez renunciou nesta quarta-feira ao comando da seleção da Espanha por motivos pessoais e será substituído por seu assistente, Robert Moreno, anunciou o presidente da Federação Espanhola (RFEF), Luis Rubiales.

"Devido ao fato dos motivos que me impediram de desenvolver com normalidade minhas funções como técnico desde março continuarem até hoje, decidi deixar o cargo", explicou Luis Enrique em comunicado.

A saída do técnico foi anunciada durante coletiva de imprensa na qual Rubiales anunciou que "a decisão da RFEF é confiar em Robert como treinador, com a mesma duração que estava assinada, eles serão os encarregados de nos levar à Eurocopa". Luis Enrique deixa a Espanha por motivos familiares que não foram revelados e que já o obrigaram a se ausentar nas últimas três partidas das eliminatórias para a Eurocopa, contra Malta, Ilhas Faroe e Suécia.

Moreno comandou a seleção espanhola nestas três partidas. Nomeado para o cargo em 9 de julho de 2018, após a decepcionante eliminação da Espanha nas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia para os anfitriões, Luis Enrique deixa a seleção de seu país com retrospecto de oito vitórias e duas derrotas em dez jogos.