Massa minimiza sexta-feira "difícil" na Austrália
capa

Massa minimiza sexta-feira "difícil" na Austrália

Piloto fez apenas o 14º tempo, mas ficou à frente de Alonso, seu companheiro na Ferrari

Por
AE

publicidade

Após fechar os treinos livres do GP da Austrália com apenas o 14º melhor tempo de sexta-feira em Melbourne, o brasileiro Felipe Massa minimizou o fato de sua colocação. O piloto lembrou que a Ferrari priorizou o acerto dos seus carros para o treino classificatório da segunda etapa do Mundial de Fórmula 1. Apesar do desempenho modesto, ele ainda ficou à frente do seu companheiro de equipe, o espanhol Fernando Alonso, que foi o 17º mais rápido do dia.

"Foi uma sexta-feira difícil, especialmente o segundo treino. Por causa da chuva, que começava e parava, não conseguimos fazer o que tínhamos planejado. Ficamos concentrados na preparação para a corrida, enquanto é possível que algumas outras equipes tenham trabalhado diferente. Não dá para entender a situação simplesmente olhando apenas para a folha de tempos", afirmou o piloto brasileiro, que foi o segundo colocado na prova de abertura do Mundial.

Massa, porém, admite que será importante apresentar uma grande evolução no treino de classificação, até por causa do histórico nada animador que tem no circuito de Melbourne, onde pontuou apenas uma vez, com um sexto lugar em 2007.

"Precisamos estar bem preparados para a classificação, que será ainda mais importante neste circuito. Pelo que já vimos, os pneus não sofrem muito desgaste, mas ainda é um pouco cedo para tirar conclusões definitivas. Gosto muito do circuito do Albert Park e sempre fui rápido aqui, mas, por uma razão ou outra, só consegui marcar pontos em 2007, quando, após um difícil treino de classificação, terminei em sexto. Espero ter melhor sorte desta vez", reforçou.