Atleta testa positivo para Covid-19 em Tóquio

Atleta testa positivo para Covid-19 em Tóquio

Outras cinco pessoas que trabalham na organização da Olimpíada também tiveram a confirmação da infecção por coronavírus

AFP

Um atleta do exterior, recém-chegado ao Japão para participar dos Jogos de Tóquio, testou positivo para a Covid-19, mas não teve o nome ou o país divulgado

publicidade

Um atleta do exterior, recém-chegado ao Japão para participar dos Jogos de Tóquio (23 de julho a 8 de agosto), testou positivo para a Covid-19, assim como outras cinco pessoas que trabalham para o evento - anunciaram os organizadores nesta quinta-feira (15). Tóquio-2020 não deu mais detalhes sobre essas seis pessoas, submetidas a testes anticovid-19 entre terça e quarta-feira. Entre elas, estão quatro residentes no Japão.

Paralelamente, as autoridades japonesas reportaram outros incidentes relacionados à crise de saúde. Pelo menos oito funcionários de um hotel japonês, onde ficará hospedada a seleção olímpica brasileira de judô, testaram positivo para o coronavírus, anunciaram as autoridades locais de saúde e esportes nesta quinta-feira.

Os testes foram realizados antes da chegada da delegação brasileira, de 30 pessoas, no último sábado. Nenhum dos casos teve contato com os brasileiros, garantiram os responsáveis.

Em Munakata, no sudoeste do Japão, um membro da equipe russa de rúgbi foi hospitalizado, após testar positivo para o coronavírus, disse uma autoridade municipal. O grupo permanece confinado no hotel e retomará suas atividades na sexta-feira, se testar negativo para a doença, acrescentou a mesma fonte.

E, em Kurume (sudoeste), oito integrantes da equipe feminina de rúgbi de sete do Quênia foram declarados "casos de contato", depois que um positivo foi descoberto no avião que levou a delegação africana. Os testes feitos nos quenianos deram negativo, de acordo com as autoridades locais.

Tóquio finaliza a preparação para os Jogos Olímpicos quase a portas fechadas, com medidas rígidas para evitar o contágio de atletas, dirigentes e jornalistas do exterior.

Segundo a agência de notícias japonesa Kyodo, os organizadores planejam receber menos de mil VIPs (principalmente líderes estrangeiros) para a cerimônia de abertura dos Jogos, em 23 de julho. A festa acontece no novo estádio olímpico, com capacidade para 68 mil lugares.

Tóquio enfrenta atualmente um estado de emergência, devido ao vírus, com um aumento significativo do número de casos. Bares e restaurantes foram incentivados a reduzir o horário de funcionamento e, em tese, não podem servir bebidas alcoólicas.

A cidade registrou 1.308 novas infecções nas últimas 24 horas, ultrapassando mil casos pelo segundo dia consecutivo.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895