Fadinha do skate chega à terra natal e cancela festa por Covid-19

Fadinha do skate chega à terra natal e cancela festa por Covid-19

Medalha de prata nos Jogos de Tóquio pediu para que fãs não se aglomerassem no aeroporto e vetou recepção em Imperatriz (MA)

R7

Rayssa conquistou medalha de prata nos Jogos de Tóquio

publicidade

Medalha de prata nos Jogos de Tóquio, Rayssa Leal, a "Fadinha do Skate", surpreendeu novamente o Brasil. Antes de pousar na sua terra-natal, Imperatriz (MA), a atleta de 13 anos postou vídeo nas redes sociais cancelando sua visita à pista onde treinava e a festa preparada pelos conterrâneos para recebê-la. O motivo: a pandemia de Covid-19. 

"Salve, galera. Venho aqui dar um recadinho rapidinho para vocês, sobre minha chegada em Imperatriz. Estamos passando por um momento ainda delicado sobre o covid, então, eu decidi cancelar minha recepção para evitar as aglomerações. Então, evitem, por favor, de irem ao aeroporto", pediu a a atleta brasileira mais nova da história a disputar os jogos olímpicos e conquistar medalha de prata. 

"Eu queria muito receber todo o carinho de vocês, mas infelizmente não é esse o momento. Agradeço demais por todo o carinho, por todo o apoio, mas por favor se cuidem, usem máscara, álcool em gel e tomem a vacina. Tenho certeza que, em breve, vamos vencer esse vírus", acrescentou. 

Rayssa chegou às 5h10min desta quarta-feira no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, trazendo a medalha de prata que conquistou na modalidade street e no seu skate. "Chegamos", postou ela, que veio em um voo com escala em Frankfurt, na Alemanha. 

A estrela foi recebida com muita festa por funcionários do aeroporto e pessoas que estavam esperando no saguão. O famoso skatista Sandro Dias, mais conhecido como "Mineirinho", entregou um presente para Rayssa. 

A "Fadinha" colocou o skate no chão e deslizou pelo piso em meio ao local de retirada de bagagens e também na saída dos passageiros. Ela ainda posou para fotos e foi muito aplaudida.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895