Palmeiras tem desfalque para primeiro duelo com Grêmio na Libertadores
capa

Palmeiras tem desfalque para primeiro duelo com Grêmio na Libertadores

Lateral Mayke sofreu lesão no tendão adutor da perna direita

Por
AE

Mayke será desfalque do Palmeiras diante do Grêmio

publicidade

O lateral-direito Mayke será desfalque no Palmeiras para os próximos jogos. Ele sofreu uma lesão no tendão adutor da perna direita durante o empate por 1 a 1 com o Grêmio, no último sábado, em Porto Alegre, pelo Brasileirão, e será operado. "Mayke, após dividida em jogo contra o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro, sofreu lesão importante do tendão adutor direito, sendo optado pelo tratamento cirúrgico a fim de garantir a plena recuperação", informou o Palmeiras. 

Mayke é o lateral-direito reserva da equipe e foi titular porque o técnico Luiz Felipe Scolari poupou jogadores. Após se lesionar, ele foi substituído por Marcos Rocha, atual dono da posição nda equipe alviverde. O Palmeiras volta a jogar nesta terça-feira, novamente contra o Grêmio, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América. O duelo será em Porto Alegre. A partida de volta será uma semana depois, no Pacaembu.

Palmeiras evita treino no CT do Inter 

Brigado com o Inter desde a eliminação na Copa do Brasil, o Palmeiras não está usando a estrutura do clube colorado para se preparar para o primeiro duelo das quartas de final da Copa Libertadores, contra o Grêmio, marcado para terça-feira, às 21h30min, em Porto Alegre. O time alviverde treinou nesse domingo e trabalhará na segunda-feira no complexo da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). 

O motivo de o time comandado por Luiz Felipe Scolari não usar as dependências do Inter pode ser a polêmica que ocorreu no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, a tensão de dentro de campo se transferiu para fora dos gramados após o confronto, que terminou com a classificação do time gaúcho nos pênaltis

Imagens divulgadas na internet mostram o árbitro Rafael Traci também sendo hostilizado por dirigentes e funcionários do Inter, que também discutiram com integrantes do Palmeiras recebendo ofensas no túnel de acesso ao gramado. O que causou a indignação do clube colorado foi a anulação, com o auxílio do VAR, de um gol da equipe gaúcha no último lance do duelo. 

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) analisou as imagens do episódio e decidiu absolver os presidente Marcelo Medeiros, o vice Roberto Melo e o diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano, além do meia D'Alessandro, que havia sido expulso. Apenas o centroavante Pedro Lucas, denunciado pelo seu comportamento no final do jogo, foi punido com três jogos de gancho.