Reencontro no Gre-Nal: saiba como foi o único confronto entre Alario e Pavón no clássico River x Boca

Reencontro no Gre-Nal: saiba como foi o único confronto entre Alario e Pavón no clássico River x Boca

Atacantes de Grêmio e Inter se reencontram mais de 7 anos depois de um jogo eletrizante

Felipe Uhr

Pavón e Alario, mais uma vez de lado opostos em campo

publicidade

Era um domingo de sol em Buenos Aires. No dia 11 de dezembro de 2016, River Plate e Boca Juniors duelaram pelo Campeonato argentino, em um clássico daqueles de arrepiar qualquer um. Após 7 anos, 2 meses e 14 dias Lucas Alário e Cristian Pavón voltam a se reencontrar para um grande clássico, desta vez no Gre-Nal.

A data acima foi o único derby argentino no qual os dois duelaram entre si durante os quase dois anos em que estiveram jogando em Boca e River simultaneamente. Naquela oportunidade, o atacante Tricolor levou a melhor sobre o Colorado.

Como visitante, o mesmo que o Grêmio no próximo domingo, o Boca Juniors calou o Monumental de Nuñes, e aplicou 4 a 2 no rival. Com direito a show de Carlitos Teves, uma assistência de Pavón e as lamentações de Alario e de um velho conhecido, ídolo do Inter, Andrés D’Alessandro, que naquele ano jogou pelo River Plate.

Apesar do resultado, o Superclássico foi um jogo disputado, com duas viradas e grandes atuações de ambos os lados. Com 12 minutos de jogo, os atacantes que estão da dupla já tinham desperdiçado oportunidades de abrir o placar. A primeira dela veio com Pavón, que aos 7 minutos recebeu a bola de Tevez, dentro da área, pela direita. O chute acabou defendido pelo goleiro Batalla. Quatro minutos depois, foi a vez de Alario de ter sua chance. Após de receber de Driussi, o atacante ajeitou a bola e tentou uma letra, sendo desviada pelo zagueiro.

Dois minutos depois, o Boca abriria o placar com Walter Bou, após grande jogada de Tevez, que encontrou o atacante livre dentro da área.

Com o resultado adverso dentro de sua casa, o River, treinado por Marcelo Gallardo não teve outra alternativa a não ser atacar. O empate do Millonario veio aos 33 minutos. D’Alessandro recebeu passe dentro da área e de perna direita fez o cruzamento. A zaga afastou e, no rebote, Sebastian Driussi, de primeira, empatou o jogo para os donos da casa.

A virada veio aos 39, mais uma vez com a participação de D’Alessandro. O ex-camisa 10 do Inter, agora pela esquerda, cruzou dentro da área e a zaga afastou. A bola sobrou para Mora, que também cruzou para o centro da área. Alário, bem posicionado, não perdoou e de cabeça pôs o River em vantagem.

O Monumental de Nuñez veio abaixou e o primeiro tempo findou com a vitória para o lado millonario. Mas a história ainda estava por ser escrita, com a participação de Pavón e de Carlitos Tevez, que brilhou.

O segundo tempo começou como terminou, com o River buscando o gol. Aos 11 minutos, Alario de cabeça perdeu mais uma chance, com a bola passando ao lado. No minuto seguinte, Pity Martinez desperdiçou uma chance clara. No contra-ataque, Tevez encontrou Pavón, mais uma vez livre pela direita e o camisa 7 perdeu outra chance de deixar a sua marca no placar.

Aos 16 minutos, Tevez levou melhor na disputa de bola com o goleiro Batalla e, com a goleira sem arqueiro, só teve o trabalho de colocar a bola para o fundo das redes. Era o empate do placar. “Boca é Tevez”, bradavam os comentaristas argentinos que faziam a transmissão do jogo. E aos 35 minutos, Centurión avançou pela esquerda, tocou no meio para Pavón, que rolou para Carlitos fazer um golaço de fora da área. Era a segunda virada da tarde. Gol de placa.

O River ainda tentou uma reação, mas não conseguiu o gol de empate. Aos 45 minutos, Centurión, após a falha da zaga, entrou de frente contra o goleiro e também não perdoou. Estava decidido o superclássico: 4 a 2.

Se o Gre-Nal do próximo domingo for 50% do que foi aquele Superclássico, é certo que teremos um grande jogo no estádio Beira-Rio às 18h. Mesmo sem a qualidade de Carlitos Tevez ou Andrés D’Alessandro, o clássico terá Alan Patrick, Enner Valencia, Cristaldo, além dos mesmos Pavón e Alario, dois dos atores daquele lendário 4 a 2.

Veja Também


Mais Lidas

Confira a programação de esportes na TV deste domingo, 21 de abril

Opções incluem eventos de futebol e outras modalidades esportivas em canais abertos e por assinatura







Placar CP deste domingo, 21 de abril: confira jogos e resultados das principais competições de futebol

Acompanhe a atualização das competições estaduais, regionais, nacionais, continentais e internacionais

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895