Ronaldinho Gaúcho aprova escolha de Ancelotti para a seleção: 'Vai agregar muito'

Ronaldinho Gaúcho aprova escolha de Ancelotti para a seleção: 'Vai agregar muito'

Ex-jogador enalteceu o currículo do treinador

AE

Ronaldinho disse que Ancelotti é um excelente treinador

publicidade

Pentacampeão em 2002 e eleito duas vezes o melhor jogador do mundo, Ronaldinho Gaúcho se mostrou satisfeito com a (provável) escolha do italiano Carlo Ancelotti para ser o técnico da seleção. O ex-jogador enalteceu o currículo do treinador, a quem chamou de "grande amigo".

"É algo novo, e eu espero que dê tudo certo", afirmou Ronaldinho nesta segunda-feira, referindo-se à escolha de um treinador estrangeiro. "(O Ancelotti) é um excelente treinador, grande amigo, e acredito que vai agregar muito, porque tem grande experiência. Venceu por onde passou e acredito que tem tudo para dar certo."

Ainda que não seja oficial, o acordo da CBF com Carlo Ancelotti é dado como certo na entidade. Em princípio, o treinador deverá seguir à frente do Real Madrid até o próximo ano - seu contrato com o clube espanhol encerra em junho de 2024 - e assumir a seleção às vésperas da Copa América, que será disputada nos Estados Unidos.

O apoio de Ronaldinho à contratação de Ancelotti foi dado após o ex-jogador participar de um evento no Copacabana Palace, no Rio. Dessa vez, contudo, não se tratou de um de seus famosos rolês aleatórios. Ao contrário. Sócio da empresa que produz o energético Vrauu - produto que tem o ex-jogador como garoto-propaganda e está no mercado há cinco anos - ele fechou parceria com uma empresa do Catar, que quer expandir o negócio para Europa e Ásia.

Veja Também


Mais Lidas

Confira a programação de esportes na TV de quarta-feira, 6 de dezembro

Opções incluem eventos de futebol e outras modalidades esportivas em canais abertos e por assinatura



Placar CP de quarta, 6 de dezembro: veja jogos e resultados das principais competições de futebol

Acompanhe a atualização das competições estaduais, regionais, nacionais, continentais e internacionais

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895