Santos vence o Independiente por 1 a 0 nas oitavas da Sul-Americana
patrocinado por

Santos vence o Independiente por 1 a 0 nas oitavas da Sul-Americana

Kaio Jorge marcou o único gol do jogo

AE

Santos venceu por 1 a 0 na Sul-Americana

publicidade

Com grande atuação do goleiro João Paulo, o Santos derrotou o Independiente, por 1 a 0, nesta quinta-feira, na Vila Belmiro, em duelo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O gol da vitória foi marcado por Kaio Jorge no segundo tempo.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, em Buenos Aires. O vencedor do duelo vai ter como rival nas quartas de final o time que passar entre Atlético Junior Barranquilla (COL) e Libertad (PAR). No primeiro jogo, na Colômbia, os paraguaios venceram por 4 a 3.

O roteiro do primeiro tempo na Vila Belmiro foi o mesmo de muitos outros confrontos entre times brasileiros e argentinos em competições internacionais. O Santos iniciou pressionando, chegou a criar boas oportunidades com Marcos Guilherme e Marinho, que apesar de todo o esforço apresentado em campo, ainda levou broncas do técnico Fernando Diniz.

Mas, aos poucos, como sempre acontece, o Independiente foi aparecendo mais no campo de ataque, graças a um bom toque de bola, se aproximando da meta de João Paulo. Aos 25 minutos, Camacho evitou o primeiro gol argentino. Em outro momento, Blanco foi parado no momento do disparo.

Nos últimos quinze minutos, o Santos passou a sofrer com os contra-ataques do Independiente, que, apesar de não ter um meia criativo, soube imprimir velocidade e levar perigo. O time visitante apertou a marcação na saída de bola santista.

Apesar de ter quase 70% de posse de bola, a melhor oportunidade do Santos surgiu em um contra-ataque, finalizado por Marcos Guilherme. A finalização fraca foi defendida com tranquilidade por Sebastián Sosa.

O Santos voltou mais objetivo para a etapa final. Em dez minutos, já somou cinco boas oportunidades, com destaque para a belíssima cabeçada de Kaiky e a portentosa defesa de Sosa.

Aos 15 minutos, Diniz colocou Carlos Sánchez e Lucas Braga em busca de maior criação de jogadas. As alterações deram certo, o Santos permaneceu na pressão. Marinho quase marcou de bicicleta, mas coube a Kayo Jorge abrir o placar, ao aproveitar um rebote de Sosa, após finalização de Marcos Guilherme, aos 23 minutos.

O gol agitou a partida e fez o Independiente ir à frente, mesmo demonstrando um certo cansaço. Aos 25 e aos 29, Roa forçou João Paulo a fazer boas defesas.

Aos 30, o técnico Julio Falcioni colocou Lucas González e Braian Martínez na tentativa de dar mais fôlego para o Independiente. Silvio Romero teve um gol anulado, aos 35. A pressão argentina foi grande. Moraes salvou um gol de Herrera, aos 40 minutos. Aos 47, João Paulo, mais uma vez, fez enorme defesa, após falta cobrado por Silvio Romero, garantindo a vitória santista.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895