Seleções da Copa de 2026 serão agrupadas por região para encurtar viagens, diz Infantino

Seleções da Copa de 2026 serão agrupadas por região para encurtar viagens, diz Infantino

Mundial será o primeiro com 48 seleções e sede conjunta de três países

AFP

publicidade

As seleções que vão disputar a Copa do Mundo de 2026, com sede nos Estados Unidos, Canadá e México, serão agrupadas por regiões para evitar longas viagens na primeira fase do torneio, revelou o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Em um evento em Los Angeles, no qual foi divulgada a logo oficial do Mundial, Infantino disse que a medida se deve à magnitude da próxima edição da competição.

Será a primeira Copa do Mundo com 48 seleções, e também a primeira com sede conjunta de três países.

"O desafio é toda a logística que envolve a organização em três países-sede", disse o dirigente.

"É um continente: três países e não três países pequenos, três países grandes. As distâncias, os horários, as diferenças climáticas também: altitude no México, nível do mar em outras partes", disse Infantino à AFP.

Nesse contexto, para a Fifa é vital criar um entorno adequado para que as equipes e os torcedores tenham as melhores condições possíveis para "não terem que viajar demais, especialmente no início" do torneio, continua Infantino.

Segundo o presidente da Fifa, as viagens e a organização sobre concentrações, além da mobilidade das equipes durante a Copa, foram discutidas em uma reunião em Doha, na semana passada, entre os 32 treinadores envolvidos no Mundial do Catar.

"Em 2026 haverá algumas viagens envolvidas, mas vamos coordenar e garantir que sejam as melhores condições possíveis para as equipes", afirmou Infantino.


Mais Lidas

Confira a programação de esportes na TV desta terça-feira, 23 de abril

Opções incluem eventos de futebol e outras modalidades esportivas em canais abertos e por assinatura



Placar CP desta terça-feira, 23 de abril: confira jogos e resultados das principais competições de futebol

Acompanhe a atualização das competições estaduais, regionais, nacionais, continentais e internacionais

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895