Com dois gols de Debinha, seleção brasileira vence a Inglaterra em Middlesbrough
capa

Com dois gols de Debinha, seleção brasileira vence a Inglaterra em Middlesbrough

Vitória foi a primeira do Brasil sobre as adversárias europeias, que ficaram em quarto lugar na Copa do Mundo da França

Por
AE

Debinha marcou os dois gols do Brasil na partida contra a Inglaterra

publicidade

Com dois gols da atacante Debinha, a seleção brasileira feminina derrotou a Inglaterra, neste sábado, por 2 a 1, em amistoso disputado no Estádio Riverside, em Middlesbrough, na Inglaterra. Foi a primeira vitória do Brasil sobre as adversárias europeias, que ficaram em quarto lugar na Copa do Mundo da França. Na próxima terça-feira o adversário do time da técnica sueca Pia Sundhage será a Polônia, às 15h15min (de Brasília), na Suzuki Arena, na cidade polonesa de Kielce. A treinadora vai defender uma invencibilidade no comando do time nacional, pois bateu a Argentina por 5 a 0 e empatou sem gols com o Chile em seus dois primeiros jogos à frente da equipe brasileira.

Foi a primeira vitória do Brasil sobre as adversárias europeias, que ficaram em quarto lugar na Copa do Mundo da França. Na próxima terça-feira o adversário do time da técnica sueca Pia Sundhage será a Polônia, às 15h15 (de Brasília), na Suzuki Arena, na cidade polonesa de Kielce. A treinadora vai defender uma invencibilidade no comando do time nacional, pois bateu a Argentina por 5 a 0 e empatou sem gols com o Chile em seus dois primeiros jogos à frente da equipe brasileira.

O primeiro tempo foi muito ruim para o Brasil. Com 61% de posse de bola, as inglesas tiveram pelo menos cinco boas chances para marcar. Em três delas, destaque para a goleira Bárbara. Mead, após passar por marcação dupla, perdeu gol de forma incrível. O sistema 4-4-2 adotado por Pia Sundhage deixou o Brasil sem força no meio de campo. O setor ofensivo ficou isolado e pouco foi municiado. Tímido, o Brasil só tentou três finalizações a gol, acertando o alvo em apenas uma, enquanto a Inglaterra arriscou oito vezes.

No segundo tempo, o Brasil voltou totalmente diferente. Pia fez três alterações: entraram Mônica, Maria e Ludmila nos lugares de Giovanna, Marta e Chu. A seleção passou a marcar a saída de bola inglesa, teve um meio campo mais "povoado" e Maria e Tamires mostraram força no apoio ao ataque.

Logo aos três minutos, Tamires fez grande jogada pela esquerda, ao deixar Parris no chão, após dois lindos dribles. O cruzamento foi na cabeça de Debinha, que teve a colaboração da goleira Earps para abrir o placar.

As inglesas sentiram o golpe e tentaram a recuperação, mas Bárbara mostrou segurança. Aos 21, a sorte ajudou o Brasil. Maria fez boa jogada pela direita e cruzou para Debinha. O chute da atacante desviou na zaga inglesa e encobriu a goleira Earps: 2 a 0.

O Brasil passou a atuar no contra-ataque e sofreu pressão. Aos 35, Houghton cruzou na área brasileira e England subiu bastante para ganhar de Mônica e cabecear forte. Bárbara ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Mas, nos minutos finais, a goleira foi muito importante ao defender duas finalizações muito perigosas das europeias, garantindo a vitória brasileira.

Após o fim do jogo, Debinha comemorou a sua atuação decisiva. "É uma vitória importante, acho que em nível internacional esse foi o primeiro jogo no qual a gente precisava dar o nosso melhor, e eu fico feliz por ter ajudado a equipe. Fico feliz também pela atuação de todas, fomos muito bem e a gente fez o que a Pia nos pediu na compactação e na defesa. Acho que nós fizemos muito bem o nosso papel, e fico feliz por ter feito os gols e ajudado a equipe", afirmou a jogadora.

Debinha também lembrou que o duelo deste sábado marcou as estreias de Giovanna e Victória pela seleção principal do Brasil. "Para algumas meninas esse foi o primeiro jogo na seleção. Então no começo tem aquele frio na barriga, precisa ter mais oportunidades assim como a Pia deu. Foi muito bom para elas e com a entrada de algumas jogadoras mais experientes, a gente foi se acertando, ouvimos o que tínhamos que melhorar e acho que cumprimos com o nosso papel. Fizemos o que ela pediu e saímos com a vitória", reforçou.