Ronaldo diz que jogar 15 minutos na despedida já será muito tempo

Ronaldo diz que jogar 15 minutos na despedida já será muito tempo

Centroavante revela que médicos da Seleção receitaram anti-inflamatório para aliviar as dores na partida

AE

Ronaldo diz que jogar 15 minutos na despedida já será muito tempo

publicidade

Ronaldo não joga desde o dia 2 de fevereiro, quando viu o Corinthians ser eliminado pelo Tolima na fase preliminar da Libertadores. Desde então, vem levando uma vida de jogador aposentado, longe dos exercícios físicos. Por isso, o astro de 34 anos reconheceu que jogar 15 minutos no amistoso desta terça-feira já será muito tempo para ele. Ele deve entrar aos 30 minutos do primeiro tempo para fazer sua despedida da Seleção Brasileira, na partida contra a Romênia, no Pacaembu, em São Paulo.

Nos últimos dias, Ronaldo fez alguns trabalhos de preparação física, no CT do Corinthians e também participou do treino recreativo da Seleção na tarde desta segunda. Mas ele sabe que está bem longe das condições físicas ideais para disputar uma partida oficial. Apesar disso, quer aproveitar a festa em sua homenagem.

"Essa pequena participação no treino já me deixou bem cansado", admitiu Ronaldo. "Jogar 15 minutos é tempo pra caramba para mim. Eu comecei uma mini preparação há duas semanas e a cada treino que fazia tinha de ficar um dia de repouso, pois tudo dói", justificou.

Ele contou também que precisou apelar para os médicos da seleção depois do leve treino desta segunda-feira, quando participou apenas de um rachão. "Estava tudo dolorido. Então, pedi uma injeção de algo potente, não importa o doping, pois já estou aposentado", contou Ronaldo. "Me deram anti-inflamatório para estar sem dor e jogar os 15 minutos de maneira digna."

Ronaldo lembrou que é justamente a questão física que o impede de continuar no futebol. "Eu queria poder jogar mais tempo, jogar para sempre, sem sentir dor. Aí, eu ia jogar a Copa de 2014. Adoraria jogar a Copa aqui no Brasil", explicou, ao fazer um balanço extremamente positivo da carreira, principalmente na Seleção.


Bookmark and Share

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895