Suárez marca primeiro gol na volta ao Uruguai, em vitória do Nacional sobre o Rentistas

Suárez marca primeiro gol na volta ao Uruguai, em vitória do Nacional sobre o Rentistas

Craque uruguaio marcou o último tento da goleada por 3 a 0

AE

Atacante surpreendeu mercado da bola com volta às origens

publicidade

Não demorou muito para Luis Suárez ir às redes com a camisa do Nacional, do Uruguai, em seu retorno ao clube que o revelou para o mundo. Nesta sexta-feira, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Uruguaio, contra o Rentistas que terminou 3 a 0, o atacante saiu do banco no segundo tempo para desencantar em sua segunda partida pela equipe.

Logo no início da segunda etapa, o técnico Pablo Repetto tirou o astro do banco de reservas. Com 13 minutos em campo, Suárez anotou o terceiro gol da equipe na partida, que venceu o duelo por 3 a 0. A estreia do atacante aconteceu na última semana em duelo com o Atlético-GO. Na ocasião, a equipe brasileira venceu por 1 a 0 e largou na frente rumo às semifinais da Copa Sul-Americana. Suárez entrou aos 28 minutos do segundo tempo, e seu um passe que gerou chance de gol.

No fim da partida desta sexta, Luis Suárez teve a chance de aumentar sua conta de tentos marcados no jogo com uma cobrança de pênalti. O camisa nove, contudo, bateu cruzado no canto esquerdo, mas viu Lucas Machado, goleiro do Rentistas, defender a batida. Na sequência, em bola rebatida dentro da área, Suárez teve outra oportunidade de marcar seu segundo gol pelo Nacional, mas finalizou por cima da trave.

Já nos acréscimos, Suárez teve sua última chance na partida. Arriscou de voleio da entrada da área, mas parou em uma ótima e plástica defesa de Machado. O triunfo deixou o Nacional na segunda posição do Campeonato Uruguaio, com 3 pontos, sendo a primeira vitória da equipe no torneio.

O próximo compromisso de Suárez e do Nacional será o jogo de volta contra o Atlético-GO, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, na próxima terça-feira, às 19h15 (horário de Brasília), em Goiânia. Em desvantagem no placar, a equipe uruguaia precisará vencer por dois gols de diferença se quiser avançar na competição.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895