Gol cria empresa de reparo e manutenção de aeronaves em Minas Gerais
capa

Gol cria empresa de reparo e manutenção de aeronaves em Minas Gerais

Companhia projeta faturamento de R$ 140 milhões e está habilitada para operar em aviões da Boeing

Por
Estadão Conteúdo

publicidade

A Gol anunciou nesta sexta-feira uma nova unidade de negócios, especializada em manutenção, reparo e revisão de aeronaves, a Gol Aerotech. A previsão da companhia aérea é que o negócio tenha um faturamento de R$ 140 milhões em 2020, seu primeiro ano de operação. Com capacidade para atender a cerca de 80 aeronaves por ano, a Gol Aerotech tem 760 colaboradores, entre engenheiros e técnicos.

Com a Aerotech, o Centro de Manutenção de Aeronaves (CMA), localizado em Confins, Minas Gerais, passa a oferecer serviços a outras empresas. Inaugurado em 2006, o CMA tem mais de 145 mil metros quadrados e três hangares, sendo dois para manutenção e um dedicado a pintura, além de seis oficinas. Entre os clientes para o início da operação da empresa estão o Capital Group e a Dubai Aerospace.

De acordo com a companhia, a Gol Aerotech está habilitada para realizar serviços de manutenção para companhias aéreas que possuam aeronaves da família Boeing 737 Next Generation, 737 Classic, 737 MAX e Boeing 767. A unidade já está certificada pelos órgãos reguladores nacionais e internacionais, como a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (Easa).