Ministério da Economia publica exoneração de Marcos Cintra

Ministério da Economia publica exoneração de Marcos Cintra

Secretário especial da Receita Federal foi substituído interinamente por José de Assis Ferraz Neto

AE

Decreto que confirma a saída de Cintra foi publicado em edição extra do Diário Oficial da quinta

publicidade

O Ministério da Economia formalizou no Diário Oficial da União (DOU) a exoneração de Marcos Cintra do cargo de secretário especial da Receita Federal do Brasil. O decreto que confirma a saída de Cintra foi publicado em edição extra do Diário Oficial da quinta-feira, 12.

Ele foi exonerado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, na quarta-feira depois das manifestações de rejeição à proposta de reforma tributária do governo, que está em elaboração e previa a criação de um novo tributo nos moldes da extinta Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF).

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo informou, a permanência do secretário se tornou insustentável diante das reações negativas do Congresso à antecipação da proposta de criação da contribuição sobre pagamentos (CP), com alíquotas de 0,2% e 0,4%, pelo secretário adjunto da Receita, Marcelo Silva.

A apresentação, feita em evento na terça-feira, teve forte reação no Congresso e irritou o presidente Jair Bolsonaro e Guedes, que achou precipitada a antecipação dos detalhes do projeto.

Cintra foi substituído interinamente pelo atual subsecretário-geral da Receita, José de Assis Ferraz Neto.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895