Poupança perde da inflação e tem pior rendimento em 18 anos

Poupança perde da inflação e tem pior rendimento em 18 anos

Levantamento da consultoria Economatica mostra que foi a segunda maior perda da poupança no Plano Real

R7

Rendimento da poupança está atrelado às taxas de juros do país

publicidade

Quem aplicou na poupança em 2020 perdeu dinheiro. Levantamento da consultoria Economatica mostrou que a rentabilidade da poupança em 2020 foi a pior em 18 anos e a segunda maior queda da aplicação desde o início do Plano Real em 1994. Nesta terça-feira, o IBGE informou que a variação de preços medida pelo IPCA, índice de inflação oficial do país, fechou o ano em 4,52%, maior taxa desde 2016.

Com isso, a poupança acumulou um rendimento negativo em 2020 de -2,30%, segunda maior queda do plano Real.  A maior queda de poder aquisitivo aconteceu no ano de 2002, quando o poupador teve uma perda real de -2,90%, informou a Economatica.

Também é a segunda vez seguida que a poupança perde da inflação. Em 2019, a caderneta encerrou o ano com rendimento negativo em -0,05%. Desde o início do Plano Real, em 1994, é a quinta vez que o investimento em poupança faz com que os investidores tenham retorno negativo.

O rendimento da poupança está atrelado às taxas de juros do país. Pelas regras atuais, a poupança rende 70% da taxa Selic, que é a taxa de juros básica da economia. A taxa Selic está atualmente no seu menor nível histórico, 2% ao ano.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895