Às vésperas do Carnaval, ocupação nas UTIs de Porto Alegre volta a se aproximar de 90%

Às vésperas do Carnaval, ocupação nas UTIs de Porto Alegre volta a se aproximar de 90%

Atualmente, 285 infectados com a Covid-19 e 35 suspeitos estão em tratamento na Capital

Christian Bueller

Capital registra 714 pessoas para 811 leitos disponíveis

publicidade

Porto Alegre apresentou, nesta sexta-feira, nova alta no número de pacientes confirmados com Covid-19 internados em UTIs. São 285, três a mais do que na quinta-feira e 13 a mais do que na quarta-feira. Enfermos suspeitos de contaminação pelo coronavírus são 35 e quinze pessoas esperam por leitos. Contabilizando os pacientes de outras doenças, a Capital registra 714 pessoas para 811 leitos disponíveis, o que representa uma taxa de ocupação de 89,81%. Na sexta-feira passada, este número era de 82,73%.

O Hospital Porto Alegre, com apenas dois dos oito leitos em operação, apresentou uma taxa de 25%. Já os 63 leitos do Moinhos de Vento e os 60 leitos do Mãe de Deus acarretaram em lotação máxima nestas instituições. Sete estabelecimentos monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) operam com capacidade de 90% ou mais: Restinga (90%), Complexo Hospitalar Santa Casa (90,91%), Vila Nova (92,50%), Ernesto Dornelles (92,50%), Instituto de Cardiologia (92,68%), Nossa Senhora da Conceição (96%) e Cristo Redentor (97,44%).

No RS, a taxa de ocupação de UTIs adulto é de 75,2%, com 2.010 pacientes em 2.674 leitos operacionais (1.941 SUS e 733 privados). Internados confirmados com a Covid-19 são 842, além de 133 casos suspeitos. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) monitora as internações em 299 hospitais, divididos em 21 regiões. Na média dos 14 hospitais da região R13 – Ijuí, a taxa de ocupação é a maior desta sexta-feira, com 91,3%.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895