Bares da Cidade Baixa propõem restrição de venda de bebidas alcoólicas após as 23h

Bares da Cidade Baixa propõem restrição de venda de bebidas alcoólicas após as 23h

Sugestão, que será avaliada pela prefeitura, visa evitar aglomerações no local e novas restrições aos estabelecimentos

Rádio Guaíba

Dessa forma, comerciantes da Cidade Baixa pedem que seja proibido o sistema de pegue e leve de bebidas alcoólicas à noite

publicidade

Com a reabertura de bares e restaurantes, as aglomerações em meio à pandemia de Covid-19 viraram um impasse para os comerciantes na Cidade Baixa e em outros bairros de Porto Alegre. Até mesmo enfrentamentos entre Brigada Militar e frequentadores já foram registrados e o temor é de que a Prefeitura recue na liberação para o funcionamento.

Dessa forma, comerciantes da Cidade Baixa pedem que seja proibido o sistema de pegue e leve de bebidas alcoólicas à noite. Atualmente, bares e restaurantes podem vender o que quiserem, 24 horas por dia, desde que recebam clientes até as 23h. Moacir Biasibetti, vice-presidente da Associação dos Comerciantes da Cidade Baixa, disse ao Guaíba News desta segunda-feira que o problema é a aglomeração do lado de fora.

“Entendemos que os jovens queiram se reunir, conversar, beber. Ninguém mais aguenta ficar em casa, mas com esse ritmo, a Prefeitura tende a proibir e fechar tudo novamente”, sustenta.

A ideia, conforme Biasibetti, é que as pessoas possam passar no locais e levar lanches para casa, como já vem sendo feito. Ele reconhece, porém, que a permissão de venda de bebida alcoólica incentiva a formação de aglomerações, não somente em ruas da Cidade Baixa, mas também do Moinhos de Vento, outra região que concentra bares e pubs. A proposta vai ser avaliada pela Prefeitura.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895