Barragem sofre vazamento e rejeitos atingem ribeirão em Ouro Preto

Barragem sofre vazamento e rejeitos atingem ribeirão em Ouro Preto

Fiscais atestaram contaminação no ribeirão Mango e córrego dos Alemães

R7

publicidade

A Feam (Fundação Estadual do Meio Ambiente) investiga um vazamento de rejeitos de minério em uma barragem da Gerdau localizada em um distrito de Ouro Preto, a 100 km de Belo Horizonte. 

Fiscais do órgão estão no local nesta terça-feira. A Feam foi alertada na sexta-feira sobre o vazamento na barragem dos Alemães, da mina da Gerdau. A estrutura está localizada no distrito de Miguel Burnier, em Ouro Preto. 

Até o momento, segundo a Feam, o que se sabe é que o córrego dos Alemães e o Ribeirão Mango foram atingidos pelo rejeito. Os fiscais verificam, agora, se houve deposição do material no leito e nas margens desses cursos d'água. 

Ainda de acordo com a Feam, a Gerdau contratou uma empresa especializada para atuar nas áreas afetadas pelo vazamento. A empresa será autuada por causar intervenção que resulte ou possa resultar em dano ambiental.

Segundo a Gerdau, o vazamento, que ocorreu pela manhã do dia 28 de agosto, "teve o fluxo contido por boias" e os órgãos competentes foram informados. A empresa reforçou que segue "rigorosamente toda legislação ambiental e de segurança da estrutura" e está destinando os recursos necessários para a "identificação de eventuais impactos, inclusive a limpeza dos resíduos".

Descomissionamento

A barragem dos Alemães é uma estrutura com alteamento a montante, assim como as de Brumadinho e Mariana, que se romperam em 2019 e 2015, respectivamente. 

De acordo com a Política Estadual de Segurança de Barragens todas as estruturas com esse método de alteamento devem passar por processo de descaracterização. 

No caso dessa barragem em específico, a Gerdau espera uma autorização para retirada de vegetação e, assim, dar início às obras de descaracterização. De acordo com a Feam, a estrutura possui estabilidade garantida por empresa de auditoria.

Com a palavra, Gerdau:

A Gerdau informa que, no dia 28 de agosto, ocorreu a passagem de um pequeno volume de rejeito pelo extravasor operacional da Barragem dos Alemães, localizada no município de Ouro Preto, atingindo a drenagem à frente da barragem. O fato ocorreu pela manhã, e teve o fluxo contido por boias, sendo que, à tarde, a água já apresentava turbidez normal. A empresa informou o ocorrido aos órgãos competentes. A ocorrência não tem relação com a estrutura ou segurança da barragem. A Gerdau reforça que segue rigorosamente toda legislação ambiental e de segurança da estrutura. A empresa está alocando todos os recursos necessários para a identificação de eventuais impactos, inclusive a limpeza dos resíduos, se necessário.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895