Buscas ao surfista desaparecido são encerradas no Litoral Norte

Buscas ao surfista desaparecido são encerradas no Litoral Norte

Bombeiros militares percorreram toda a orla por terra e mar, mas jovem não foi encontrado

Correio do Povo

Todos os meios, como quadriciclos e drones, foram empregados na operação de resgate

publicidade

O 9º Batalhão de Bombeiros Militar anunciou o encerramento das buscas pelo surfista Gustavo dos Santos de Oliveira, 18 anos, desaparecido no mar desde o dia 6 deste mês em Imbé, no Litoral Norte. Em nota oficial, o 9º BBM explicou que o trabalho de resgate ocorreu até então de “forma incansável” e que ultrapassou “em muito os prazos técnicos indicados para a situação” sem que tivessem sucesso.

A mobilização agora será realizada pontualmente e mediante informações da comunidade, sendo mantido o alerta em toda a orla marítima e com o telefone de emergência 193 à disposição para atender informações sobre o desaparecimento do jovem. O aparecimento da prancha de surf dele também deve ser comunicado. 

Conforme o 9º BBM, as buscas totalizaram 2,8 mil quilômetros ao longo da orla, entre idas e vindas, sem “contabilizarmos as distâncias percorridas dentro do mar”. Os bombeiros militares percorreram a região entre a praia de Atlântida, em Xangri-Lá, e a Barra da Lagoa do Peixe, em Tavares. “Foram usados todos os meios e logísticas disponíveis”, diz a nota.

A corporação citou, como exemplo, o emprego de helicóptero, quadriciclos, drone, câmera com lente telescópica, caminhonetes e até apoio de um grupo de jipeiros que deslocou-se até Pelotas sempre pela orla. Já a Marinha do Brasil emitiu sinal de alerta para todas as embarcações que estivessem navegando entre o Rio de Janeiro Uruguai e o Rio de Janeiro. Houve ainda a ajuda das embarcações da Transpetro, além de pescadores profissionais.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895