Butantan retomará produção de Coronavac com chegada de IFA nesta terça

Butantan retomará produção de Coronavac com chegada de IFA nesta terça

Novo lote de insumos, que deve chegar da China à tarde, vai permitir a entrega de 5 milhões de doses

R7

A estimativa ainda está abaixo do esperado

publicidade

O Instituto Butantan receberá nesta terça-feira três mil litros de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para retomar a fabricação de seu imunizante contra a Covid-19. A entrega estava prevista inicialmente para quarta-feira (26), mas foi adiantada pelo governo. A produção de CoronaVac está interrompida desde o dia 13 de maio por falta de insumos. Após a retomada da produção, a expectativa é entregar mais 5 milhões de doses da vacina.

A estimativa ainda está abaixo do esperado. A previsão inicial era de receber 4 mil litros de insumos para gerar 7 milhões de doses. A redução foi anunciada pela China no dia 18. No dia, o Butantan e Doria afirmaram que os ataques de Bolsonaro à China têm interferido diretamente no cronograma de liberação de novos lotes de insumos pelos chineses.

Nova polêmica

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, ironizou no sábado uma nota postada no Twitter pelo Ministério da Saúde que omitiu o fato de os insumos usados na produção de vacinas no país serem de origem chinesa, e o Itamaraty entrou em cena para agradecer os esforços do país asiático. O diplomata chinês compartilhou um tuíte em que a Saúde mencionava que "insumos do exterior" para a produção de vacinas AstraZeneca/Fiocruz chegaram ao Brasil no sábado. Grifando a referência a insumos no exterior, Wanming escreveu "Confúcio disse, feito para amigos, fiel à sua palavra".

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895