Centenas de estudantes realizam protesto contra aumento da passagem em Porto Alegre

Centenas de estudantes realizam protesto contra aumento da passagem em Porto Alegre

Grupo faz uma caminhada até o Largo Zumbi dos Palmares

Correio do Povo

Estudantes se reuniram em frente à prefeitura para protestar contra o aumento da passagem

publicidade

Aproximadamente 200 estudantes se reuniram em frente à Prefeitura Municipal na manhã desta quinta-feira para um protesto contra os cálculos de aumento de tarifa do transporte coletivo enviados ao Conselho Municipal de Transportes Urbanos (Comtu), que propõem o valor da passagem a R$ 4,70 ou R$ 4,75 – atualmente, o preço é R$ 4,30. Por volta das 10h20min, eles saíram em caminhada até o Largo Zumbi dos Palmares, acompanhados pela Empresa Pública de Transporte e Circulação de Porto Alegre (EPTC) e policiais da Brigada Militar.

A marcha passou pelas ruas Júlio de Castilhos – até Centro Popular de Compras de Porto Alegre –, Dr. Flores, Salgado Filho, Borges de Medeiros até chegar no seu destino. No ato, organizado pela União Metropolitana dos Estudantes Secundários de Porto Alegre (Umespa), os jovens carregaram faixas de protesto, nas quais era possível ler frases como "Mãos ao alto, a passagem é um assalto" e "Marchezan Playboy, o meio-passe é nosso".

Às 10h24min teve início a reunião do Comtu que definirá a novo preço das passagens de ônibus. No encontro, a EPTC apresenta o cálculo da tarifa de ônibus. A primeira possibilidade é a tarifa ordinária, com os cálculos previstos em lei, de R$ 4,75; ela não leva em consideração a retirada da isenção para idosos dos 61 aos 64 anos, aprovada no mês de janeiro. A segunda conta com a projeção do desconto a partir de mudanças da legislação, em 24 de janeiro deste ano, que resulta em R$ 4,70. Após o parecer final, cabe ao prefeito Nelson Marchezan Jr. sancionar a alteração.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895