Centro de Saúde Modelo de Porto Alegre muda local de vacinação contra a Covid-19

Centro de Saúde Modelo de Porto Alegre muda local de vacinação contra a Covid-19

Imunização foi transferida para o salão anexo da igreja Nossa Senhora do Líbano, em frente a instituição de saúde

Cláudio Isaías

Vacinação passou para o salão anexo da igreja Nossa do Líbano, na frente do Centro Modelo

publicidade

Os idosos com 63 anos ou mais e as pessoas que necessitam realizar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 precisam ficar atentos a mudança do local de vacinação contra a Covid-19 no Centro de Saúde Modelo. Desde está quarta-feira, a imunização contra o coronavírus que vinha sendo feita no prédio do Modelo é realizada agora no salão anexo da igreja Nossa Senhora do Líbano, na avenida Jerônimo de Ornellas, 60, em frente a instituição de saúde.

Como o Centro de Saúde Modelo também está aplicando a vacina contra gripe, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) decidiu buscar um espaço maior que garantisse tranquilidade, conforto e segurança, com o devido distanciamento para a vacinação contra o coronavírus. A unidade de saúde concentrará a partir de agora a vacinação contra a gripe e os seus atendimentos habituais.

A enfermeira Aline Vieira Medeiros, gerente distrital do Centro da SMS, disse que a partir do dia 11 de maio haverá a segunda fase da vacinação contra a gripe para idosos. "No Modelo, existe uma procura muito grande e por esse motivo decidimos destinar uma área para gripe no Modelo e uma para Covid-19 na igreja Nossa Senhora do Líbano. Com essa mudança, também queremos evitar aglomerações doso dois grupos", ressaltou.

Pela manhã, o movimento foi intenso no local para a realização da vacina contra a Covid-19 para idosos com 63 anos ou mais e para quem tinha que fazer a segunda dose do imunizante. Foram montados no local seis pontos de vacinação contra a doença - cinco destinados para pessoas da segunda dose e um para quem tinha que realizar a primeira dose.

O movimento de pessoas para realizar a aplicação da segunda dose da vacina superou as expectativas dos servidores da saúde que distribuíram senhas e cuidavam para que o distanciamento social fosse respeitado pelo público.

A dona de casa Viviane Terezinha Ângelo Vicente, 73 anos, que estava acompanhada da filha Linamara, foi até o Modelo realizar a segunda dose da Coronavac. "Eu mesmo estava controlando a data certa da segunda aplicação da vacina", comentou Viviane Terezinha. A filha, que atua na área saúde também fez a primeira dose da imunização, assim como o seu pai José Vicente, 84 anos, que já realizou as duas doses da Coronovac. "Estou feliz pela vacinação dos meus pais e esperando que tudo possa voltar a normalidade em breve", destacou Linamara.

A aposentada Neiva Abreu, 75 anos, também realizou a aplicação da segunda dose da Coronavac. "A segunda vacina estava marcada na minha agenda. Nada de esquecer ou se atrasar para a imunização", comentou.

A vacinação contra a Covid-19 dos servidores de Instituto-Geral de Perícias, Polícia Federal e Detran/RS foi encerrada. No último dia, profissionais a partir dos 20 anos receberam as doses no Centro de Saúde IAPI, na zona Norte da Capital.  Um total de 500 servidores foram imunizados em Porto Alegre.

A diretora-geral do IGP, Heloisa Kuser, disse que para os servidores do IGP é necessária que seja feita a vacinação para que os profissionais tenham segurança no atendimento a todas as tarefas e atividades da perícia. "Temos uma diversidade de atendimentos, e todos eles podem ser prejudiciais ou terem alguma situação de contato direto e provável contaminação", acrescentou.

A vacina fornecida aos servidores do IGP, da Polícia Federal e do Detran/RS foi a Astrazeneca, produzida pela Fiocruz. A segunda dose deve ser aplicada em 90 dias.

Já a imunização dos trabalhadores de apoio aos serviços de saúde será encerrada na sexta-feira. Os profissionais devem procurar uma das 19 farmácias parceiras e levar a documentação necessária. Devido à baixa procura para vacinação de trabalhadores de apoio de serviços de saúde na terça-feira e para agilizar o processo de vacinação desse grupo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) decidiu antecipar o calendário de vacinação no dia de ontem para faixa etária dos 30 anos ou mais.

A partir de quinta-feira, será atendido o público com 25 anos ou mais e, na sexta-feira, será a vez dos trabalhadores entre 18 anos e 25 anos incompletos. Os profissionais devem comparecer a uma das 19 farmácias parceiras da secretaria com a documentação necessária.

O horário é das 9h às 17h, exceto na Panvel do Iguatemi, que abre às 10h, horário de abertura do shopping. Os trabalhadores de apoio (recepcionistas, seguranças e trabalhadores da limpeza) atuam em estabelecimentos de serviços de saúde como clínicas, ambulatórios, farmácias, drogarias e consultórios.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895