Cidades do RS registram chuva de granizo durante a madrugada

Cidades do RS registram chuva de granizo durante a madrugada

Evento ocorreu principalmente na Região Metropolitana de Porto Alegre

Eric Raupp

Queda de pedras de gelo ocorreu durante dois períodos

publicidade

Moradores da Zona Norte de Porto Alegre e Região Metropolitana foram supreendidos na madrugada deste domingo com uma chuva de granizo. Em dois momentos – primeiro por volta das 2h e, depois, próximo das 3h30min –, pedras de gelo caíram do céu durante cerca de seis minutos, e o barulho causado pelo impacto em telhas e no próprio chão acordou muitas pessoas, que foram até as janelas e portas de suas casas filmar o evento. Diversas imagens foram compartilhadas nas redes sociais.

Em algumas localidades, as pedras chegaram a cinco centímetros de diâmetro. No bairro Rio Branco, em Canoas, alguns moradores colocaram cadeiras e cobertores sobre veículos pare evitar que fossem amassados. Não houve registros de pessoas feridas.

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, tempestades de granizo são uma consequência potencialmente prejudicial de tempestades severas. No início dos estágios de desenvolvimento das pedras de gelo, os cristais de se formam em uma frente de baixa pressão devido ao rápido aumento do ar quente na alta atmosfera e o subsequente resfriamento da massa de ar. Gotículas congeladas gradualmente se acumulam em cristais de gelo até que caiam como precipitação.

O tamanho das pedras é um resultado direto do tamanho e da gravidade da tempestade. São necessários ventos ascendentes de alta velocidade para manter o granizo em suspensão nas nuvens de tempestade. A força da atualização é um subproduto de aquecimento na superfície da Terra.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895